Editoriais \ tocantins agora-to.com.br

Segunda-feira , 10 de Junho de 2019 - 13hs28

hanseníase

Secretaria da Saúde de Porto Nacional capacita profissionais

Fonte: Da Redação

Tamanho da Letra A- A+

Rodrigo Alves

A Secretaria Municipal da Saúde, através do Serviço de Assistência Especializada (SAE) realizou entre os dias 4 e 5 de junho uma capacitação técnica voltada aos profissionais do município e região, bem como para os acadêmicos dos cursos de Medicina e Enfermagem do ITPAC Porto.

De acordo com a coordenadora do SAE, Lelice de Souza, a capacitação tem como foco melhorar o diagnóstico precoce da doença, e ampliar a capacidade dos profissionais no atendimento especializado.

“A Hanseníase se classifica em quatro formas, destas, duas são tratadas durante um ano e as outras duas, em seis meses. Existe uma complexidade no tratamento e podem aparecer reações, por isso o motivo da capacitação”, disse a Coordenadora.

A qualificação está sendo dividida em dois dias, com duas equipes de profissionais.  A médica especialista em doenças tropicais e com atuação em Hanseniologia, Célia Bastos junto com a fisioterapeuta Hevelyn Patrícia, e a coordenadora do programa e enfermeira, Edeilma.

A capacitação atende profissionais de saúde de cidades vizinhas que compõe a região denominada “Amor Perfeito” e que tem Porto Nacional como base de acolhimento e atendimento.

Os serviços irão facilitar o manejo dos profissionais em suas cidades, no acompanhamento dos pacientes e nos encaminhamentos, para um melhor atendimento especializado.

Hanseníase

Hanseníase, conhecida antigamente como Lepra, é uma doença crônica, transmissível, de notificação compulsória e investigação obrigatória em todo o território nacional.

Possui como agente etiológico o Micobacterium Leprae, bacilo que tem a capacidade de infectar grande número de indivíduos, e atinge principalmente a pele e os nervos periféricos, com capacidade de ocasionar lesões neurais, conferindo à doença um alto poder incapacitante, principal responsável pelo estigma e discriminação às pessoas acometidas pela doença.

A infecção por hanseníase pode acometer pessoas de ambos os sexos e de qualquer idade. Entretanto, é necessário um longo período de exposição à bactéria, sendo que apenas uma pequena parcela da população infectada realmente adoece. 

A Hanseniologia é um ramo da Dermatologia que estuda especificamente a hanseníase.  (Texto Willian da Luz)


Comentários enviados por leitores:

Sem comentários registrados/aprovados até o momento.
Quer ser o primeiro a comentar esta notícia? Clique aqui...

Plantão

+ Comentadas

Sem Informativos
2008 - 2019 Agora-TO seu portal de Notícias - Todos os direitos reservados | Contato/Fax: (63) 3214-1853 | redacao@agora-to.com.br