Editoriais \ tocantins agora-to.com.br

Segunda-feira , 09 de Setembro de 2019 - 11hs25

economia

Festival Gastronômico movimenta a economia no Distrito de Taquaruçu

Fonte: Da Redação

Tamanho da Letra A- A+

Gastronomia diferenciada, shows regionais e nacionais aliados às belezas naturais, o Distrito de Taquaruçu vem se consolidando e ajudando a fomentar a economia da Capital, durante os cinco dias do 13º Festival Gastronômico de Taquaruçu. O setor hoteleiro da região comemora a ocupação nos estabelecimentos. A proprietária do Hotel Pousada Casa das Flores, Kênia Borges, diz que a procura por um apartamento em seu hotel começou ainda em fevereiro. "Estávamos com uma lista de espera desde o começo do ano. Quando a Prefeitura anunciou as datas e atrações do Festival obtivemos a ocupação máxima, estamos com todos os apartamentos ocupados, esperamos que o ano que vem seja do mesmo jeito", comemorou.

A movimentação não tem sido grande só nos hotéis, nos restaurantes a procura também aumentou. O comerciante Jorge Costa Filho, morador do Distrito de Taquaruçu há 15 anos, comemora a movimentação durante os dias do Festival. "É o mês que mais atendo clientes e como a demanda aumenta preciso contratar mais pessoas para me ajudar, com isso acabo gerando emprego e no fim todos saem ganhando", ressaltou.

E não são só os moradores do Distrito de Taquaruçu que comemoram o aumento do faturamento. Moradores de outros municípios do Tocantins também vem comercializar seus produtos durante os cinco dias de festa. A microempreendedora Cristiane Rodrigues Alves de Brito saiu da cidade de Paraíso do Tocantins com sua máquina de sorvete só para vender no Festival, esse é o segundo ano que ela vem. "Meu faturamento tem sido bom, ano que vem vou estar aqui de novo e estou pensando em fazer uma receita de sorvete para concorrer entre os pratos doces do festival. Quem sabe eu não levo o prêmio de primeiro lugar".

O evento, promovido pela Prefeitura de Palmas, por meio da Agência Municipal de Turismo (Agtur), vem obtendo sucesso a cada ano e além de fomentar a economia do distrito, também abre oportunidade através da gastronomia. Os 45 estandes que estão montados e os cinco Food Trucks que estão localizados na Praça Vereador Tarcísio Machado, estão faturando com as vendas dos pratos selecionados para o Festival e que estão concorrendo nas quatro categorias, sendo Comidinhas Salgadas, Trailer/FoodTruck, Prato Salgado e Prato Doce.

O hambúrguer batizado de Cajúeira superou as expectativas de venda segundo Luis Felipe Haddad que é dono de um dos food truck participantes. "O prato tem sido tão bem aceito pelo público que fomos surpreendidos já vou levar para o meu cardápio fixo de vendas pós festival, vou aproveitar para continuar faturando com a receita que criei. Essa é a segunda vez que ele vem participar do festival. No ano passado eu fui o primeiro lugar na minha categoria e esse ano a expectativa é a mesma, pois o pessoal tá comendo é voltando para comer de novo", destacou o empresário.

O baião de dez ou Arrumado da Help, que é o nome que a microempreendedora Maria do Socorro Nascimento Cavalcante Marques deu ao prato que tem sido um sucesso de vendas entre a clientela. Esse é o sexto ano que ela participa do festival. A cada ano as vendas aumentam, tanto que trouxe a família da filha de São Paulo para ajudar no preparo do prato e nas vendas. "Aqui todo mundo vai faturar junto. Tanto que quando o festival termina já começo a pensar em uma nova receita e como fazer para que ela supere as vendas do ano anterior".

Rota Gastronômica

A grande novidade neste ano foi a criação da Rota Gastronômica. O projeto faz parte da Estruturação Turística do Distrito, que tem como objetivo trabalhar a estruturação e fomentar a economia local. O projeto é uma parceria entre o Sebrae Tocantins, Sebrae nacional e a Prefeitura de Palmas, por meio da Agtur.

Para o presidente da Agência Municipal de Turismo (Agtur), Eudes Assis, Taquaruçu tem se consolidado ao longo dos anos como destino Turístico, o festival é mais uma oportunidade para os empresários comercializarem seus produtos e fomentarem a economia local. "Quem sai ganhando é o poder público e o comércio que vê o dinheiro movimentando na cidade", ressaltou.

Oito restaurantes participam da categoria empreendimento do Festival. A chef Elisângela Marques de Oliveira criou um prato especialmente para o festival e usou o babaçu como um dos ingredientes base para o preparo da receita. "Nosso prato tem um sabor suave, os ingredientes são a mandioca, o leite de coco babaçu, o azeite do babaçu, o azeite de dendê e temperos que juntos ao camarão realçam o sabor do prato. A procura pelo prato tem sido grande no restaurante ao longo do dia. "Antes as pessoas vinham apenas para o Festival com a criação da rota gastronômica se tornou um atrativo a mais que tem aquecido a economia e gerado renda para o Distrito", destacou.

Quem visita todos os empreendimentos que fazem parte da Rota Gastronômica ganha uma lembrança, um prato exclusivo do 13º Festival Gastronômico de Taquaruçu. Para conseguir a lembrança, o visitante terá que adquirir o passaporte que está disponível em um dos oito estabelecimentos participantes. A cada consumação o visitante deve solicitar o carimbo no passaporte. Assim que completar o passaporte o participante poderá solicitar a lembrança que deve ser retirada no domingo, 08 a partir das 15h, Centro de Atendimento ao Turista (Catur) do Distrito de Taquaruçu. Quem não fez ou não completou a Rota ainda dá tempo o participante tem hoje, 07 e amanhã 08, para participar.


Comentários enviados por leitores:

Sem comentários registrados/aprovados até o momento.
Quer ser o primeiro a comentar esta notícia? Clique aqui...

Plantão

+ Comentadas

Sem Informativos
2008 - 2019 Agora-TO seu portal de Notícias - Todos os direitos reservados | Contato/Fax: (63) 3214-1853 | redacao@agora-to.com.br