Siga nas redes sociais

A dois anos em Palmas capital do Tocantins, Capim Dourado Shopping registra R$ 297 milhões em vendas


 


O Capim Dourado Shopping, maior empreendimento do gênero na região Norte do país completa dois anos e comemora números expressivos de vendas e fluxos de pessoas.  Em café da manhã, realizando nesta sexta, 17, o diretor presidente do grupo Skipton, Carlos Franco Amastha, divulgou que somente em vendas foram contabilizados até 30 de julho R$ 297 milhões.  O fluxo de pessoas é outro destaque apontado por ele. Mais de sete milhões de pessoas circularam pelo empreendimento nesses últimos 24 meses. Os números foram registrados pela empresa Estapar que contabilizou também a entrada de 2,2 milhões de veículos.

 

O empreendedor detalhou ainda que o valor de impostos gerados pelo shopping promoveu o fortalecimento não apenas da economia local, mas representou um impacto positivo no setor público. Um exemplo está no valor de impostos gerados sobre a comercialização de produtos, que registrou R$ 32,1 milhões. Mais R$ 10,5 milhões também foram pagos em impostos municipais, federais, taxas de licenciamento, alvará e habite-se do empreendimento.

 

Outro dado importante corresponde ao volume de imposto pago pelo empreendimento com o consumo de energia elétrica, que nestes dois anos contabiliza R$ 2,2 milhões. O empreendimento também está no ranking dos maiores pagadores de tributos da Capital. Desde a sua implantação já foram pagos de IPTU R$ 569 mil.

 

Novidades Durante o balanço, Amastha anunciou a chegada de mais duas operações, sendo uma com seu primeiro formato no país. “Temos os orgulho de anunciar a chegada do grupo Restoque ao Tocantins, que vai instalar no Capim Dourado shopping sua primeira unidade no Brasil com todas as suas marcas que são Le Lis Blanc, Noir, John John e Bo Bô. A lojas Avenida também passa a fazer parte do nosso mix, oferecendo opções variadas de produtos e preços”, disse. Na primeira operação serão investidos cerca de R$ 2 milhões e na segunda R$ 3,5 milhões.

 

Fortalecimento do setor“O Shopping contribui com o Tocantins não só dando musculatura à economia, com a geração de emprego e oportunidade de renda para a população, mas também gera uma fonte de rendimento importantíssima para o poder público, com a geração de impostos que devem ser revertidos em benefício para a população”, explicou Amastha.

 

Ele ressaltou ainda que o shopping superou as expectativas da maioria dos investidores e principalmente do consumidor, pois ele foi o maior beneficiado pela profissionalização do mercado de varejo de Palmas e região. “Comemoramos também a grande integração ocorrida nesses dois anos entre a comunidade e o Capim Dourado Shopping. O tocantinense já incorporou o novo endereço nas suas atividades de rotina e lazer, o que foi comprovado com o sucesso de público e de vendas do novo shopping”, disse.

 

Para Sofia Avny, da Nacional Shopping – empresa que administra o empreendimento – o shopping teve e tem um impacto muito significativo para a economia palmense. “A população, por exemplo, passou a contar com serviços e produtos que antes não estavam ao seu alcance, qualificando ainda o consumo na cidade”, disse.

 

Segundo o diretor de patrimônio de uma das âncoras do shopping, a Riachuelo, Pedro R. Siqueira, a expectativa de implantação da nova filial no Tocantins sempre foi positiva. “Estávamos diante de um ótimo projeto de shopping, estruturado, planejado, com porte adequado ao mercado, estávamos diante de uma capital planejada, nova, muito bem cuidada num Estado também novo, bastante promissor e com visível carência de um varejo mais estruturado, com mais opções, mais competitivo, enfim, com melhores condições de atender bem ao consumidor de Palmas e toda aquela grande região. Nesse cenário amplamente favorável e conhecedores do potencial da nossa operação Riachuelo, marcada por produtos modais de qualidade e excelentes preços atrelados às mais variadas condições de pagamento, por tudo isso, já esperávamos uma boa receptividade do cliente de Palmas”, disse ele.

 

Geração de empregos Em dois anos de funcionamento, o Capim Dourado Shopping comemora os expressivos números de vendas e também a geração de emprego, renda e circulação de nova receita na economia local. O empreendimento alcançou a marca de 2.000 empregos diretos gerados e, com esses trabalhadores, mensalmente passou a ser injetada na economia local uma nova receita de R$ 2,8 milhões.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo