Siga nas redes sociais

A sua linguagem corporal lhe denuncia

Todas as pessoas bondosas, caridosas, otimistas e de bem com a vida e com a natureza, possuem uma linguagem corporal consistente, constante, agradável e fraterna. Mas se você mente ou fala a verdade o seu corpo também fala. Se você trai ou é a representação do derrotismo na face da terra, o seu corpo também fala. Cuidado com a imagem que você projeta para todas as pessoas
que compõe o teu círculo de convivência ou interação social. Cuidado, possa ser que você não faça ideia de como a sua imagem foi impressa na memória delas.

Preste muita atenção para quem você dirige a sua fala. O que você quer verdadeiramente transmitir? Com base na análise da linguagem corporal, a pessoa que lhe observa reagirá na proporcionalidade das suas atitudes, gestos ou palavras expressas por você. Atente-se: As suas intenções são acompanhadas harmonicamente de uma discreta dose de microexpressão facial exposta entre os olhos e a boca. Aí, vemos conclusa que a linguagem silenciosa de seu corpo expõe as suas verdades ocultas. Você já se observou durante uma conversa?

Algumas pessoas afirmam que não se revelam para os outros em suas rotinas. Muitas pessoas afirmam que elas nem precisam abrir a boca para afirmar ou negar sobre determinados assuntos, afinal, o corpo delas por si só, falou primeiro. Mais uma vez, as suas micro expressões faciais realmente falam por meio do corpo em silêncio. O que você está esperando para fazer uma releitura
de si mesmo?

O seu corpo fala todas as vezes que você acessa certos assuntos ou que certos temas chegam até você, pois eles refletem os traumas que foram originários de situações-problemas vividas ou situações-problemas testemunhadas por você. Eles refletem as suas memórias traumáticas e o seu corpo dotado de terminações nervosas geram respostas inconscientes e silenciosas. Neste momento, pode perceber que a pessoa que emite estas mensagens não verbais ou linguagens corporais, nem sempre se dá conta do que está transmitindo.

Do ponto de vista da análise das memórias traumáticas, o ser humano quando exposto a certas situações críticas, o sistema nervoso normalmente reage as diversas situações, tais como: conteúdos de conversas, aromas, cenários, músicas, variações sonoras e muito mais. A partir daí, quando inseridos em algum destes contextos tais traumas se manifestam e causam sérios estragos
na vida destas pessoas, daí, por vezes são conduzidas pelas dores da vida. E aí, é o seu caso? Como você enfrenta esta realidade? A partir de algumas das suas linguagens corporais você expressa por meio de alguns códigos corporais muitas vulnerabilidades. Você faz ideia de quais códigos corporais são esses?

Exercite esta reflexão: Quando alguém disser que lhe conhece muito bem é porque acredita que você é alguém previsível e que pode ser facilmente manipulada. Sabe porque ele consegue analisar você por conta da sua rotina expressa em sua linguagem corporal, a sua comunicação não verbal e as suas demais expressões de todas as ordens – inclusive, falada e escrita. Assim, ainda posso acrescentar que o seu corpo fala a partir de todos os meios e recursos que você faz uso e se beneficia. O que mais pode falar de você? O perfume, a roupa, os assessórios, os tipos alimentos, os tipos de bebidas, os conteúdos de suas preferências, os valores que você defende, os vícios que fazem parte da sua rotina, todo e qualquer tipo de vocação que você dedica a sua atenção, entre outros.

Agora pare e pense: Se alguém tiver acesso a apenas uma parcela destas preferências, o que podem fazer da sua vida? Pronto, agora tudo isso aliado as suas leituras corporais quando realizar a análise de seu perfil associados as suas preferências, o que pode acontecer? Pior, em face de tudo isso, se elas conhecerem as suas dores, o que podem fazer da sua vida? Será mesmo que
você sempre comunica o que você quer conscientemente?

Uemerson Florêncio – (Brasileiro) Empreendedor. Treinador, palestrante e correspondente internacional de opinião

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo