Siga nas redes sociais

Araguaína reúne empresas para debaterem programa Jovem Aprendiz


Com o objetivo de esclarecer as empresas que possuem aprendizes sobre a gestão pedagógica que gere o programa Jovem Aprendiz oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI Araguaína, foi realizado na noite dessa segunda-feira, 04 de junho, uma reunião com representantes das empresas de Araguaína e gerência da instituição.


A reunião aconteceu na sala de reuniões do Centro de Educação e Tecnologia – Cetec e abordou pontos específicos da Lei 10.097 de 19 de dezembro de 2000, que trata do contrato especial de aprendiz, em que o empregador se compromete a assegurar ao maior de 14 e menor de 18 anos, inscrito em programa de aprendizagem, formação técnico-profissional metódica, compatível com o seu desenvolvimento físico, moral e psicológico, e o aprendiz, a executar, com zelo e diligência, as tarefas necessárias a essa formação.


Participaram empresas que atuam no ramo de automóveis, serviços, alimentos, energia e transportes que agora terão que encaminhar os aprendizes para qualificação no SENAI. Para a gerente do SENAI Araguaína, Leidivan Lucena, essa reunião é uma das ferramentas para demonstração do compromisso com a aprendizagem. “Nossa meta é nos adequarmos para que as empresas que tiverem aprendizes possam vir efetivá-los futuramente e para isso, agora a empresa seleciona e encaminha os aprendizes para o SENAI.”


As empresas que possuem jovens aprendizes devem matriculá-los até o próximo dia 06 de julho nos cursos de Eletricista Industrial e Predial (duas turmas), Manutenção em Automóveis, Manutenção Industrial, Tecnologia da Informação e Operador em Processamento de Carnes e Derivados, sendo 16 vagas para cada. Os cursos serão oferecidos no segundo semestre, com previsão de inicio das aulas no dia 06 de agosto.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo