Siga nas redes sociais

Atendimentos clínicos representaram mais de 50% das ocorrências do SAMU em 2023

Fotos: Marcos Filho Sandes / Secom Araguaína

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Araguaína recebeu 14.663 chamadas em 2023. Após a triagem inicial, 9.724 foram passadas para o médico regulador, gerando 8.313 atendimentos e 1.411 orientações médicas. Os dados revelam uma redução de 4% no comparativo com o total de chamadas recebidas em 2022, ano em que o serviço recebeu o total de 15.279 chamadas.

No que se refere à natureza das ocorrências, os atendimentos clínicos adulto e pediátrico, como casos de mal súbito, AVC, parada cardíaca, acidente doméstico, entre outros, somam mais da metade das ocorrências. Foram 4.173 atendimentos, que representam 50,6% do total. Na sequência, vêm os traumas por acidente de trânsito, com 3.257 atendimentos, 39,5% do total, média diária de nove ocorrências.

O Samu funciona 24 horas por dia e atende a população pelo número 192 para qualquer tipo de urgência e emergência clínica, traumática, psiquiátrica e obstétrica em residências, locais de trabalho e vias públicas.

Agilidade que faz a diferença

O tempo médio de deslocamento da equipe da base do Samu até o local do chamado foi de 9min56s na zona urbana e 22min07s minutos na zona rural. O deslocamento do local do chamado até o hospital levou em média 9min11s na zona urbana e 24min22s na zona rural.

Para a maioria dos atendimentos, a equipe utilizou a Unidade de Suporte Básico (USB), foram 6.713, 56,9% do total. Com a Unidade de Suporte Avançado (USA) foram 1.007 atendimentos, 10,3% do total. O Grupo de Motociclistas em Atendimento de Urgências (GMAU), as Motolâncias, foi responsável por 593 atendimentos, 6% do total.

Os dias da semana com maior número de ocorrências foram respectivamente os sábados (15,28%) e terças-feiras (15,08%). Já os horários em que são registradas mais ocorrências são das 12 às 18 horas (32,8%) e das 6 às 12 horas (29,5%).

Mais conscientização

Um dado importante revelado no relatório foi a redução de 30% no número de trotes recebidos pelo 192. Em 2022 foram 273 e, em 2023, foram 189.

Equipe atuante e capacitada

No decorrer do ano, o Samu realizou ações educativas e de orientação à população, como treinamento para alunos, educadores e aos servidores públicos municipais. Foram realizadas 86 capacitações com os servidores, abrangendo uma variedade de tópicos essenciais para o atendimento de emergência, visando a qualidade e eficiência dos serviços prestados pelo Samu.

Houve também 25 palestras de primeiros-socorros destinadas aos professores, empresas e à comunidade, com foco em habilidades práticas de ressuscitação cardiopulmonar, manobras de desobstrução das vias aéreas (desengasgo) e prevenção de acidentes.

Ao longo do ano, 850 pessoas leigas foram treinadas e preparadas para agir em situações de emergências, além da conscientização sobre o uso correto do serviço de emergência 192. “Ao preparar a comunidade, o Samu fortalece a capacidade de resposta a emergências e promove a cultura de cuidado mútuo e solidariedade”, afirmou o diretor administrativo do Samu Araguaína, Alberto Gomes.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo