Siga nas redes sociais

CFO lança mobilização contra proposta de formação à distância de cirurgiões-dentistas

O Conselho Federal de Odontologia (CFO) lançou nesta quarta-feira (24) um movimento de mobilização contra a educação à distância (EAD) na odontologia. Para isso, será iniciado um abaixo-assinado digital durante o Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo (Ciosp), que é considerado o maior evento da categoria.

 

A proposta do EAD tramita no Ministério da Educação (MEC) desde 2022 e vem sendo criticada pelas entidades representativas dos cirurgiões-dentistas por colocar em risco a qualidade da formação dos profissionais e do atendimento aos cidadãos.

 

“Essa ideia, se for mesmo implementada, vai trazer prejuízos irrecuperáveis à saúde bucal da população. A odontologia não é uma disciplina teórica. O exercício responsável da odontologia resulta de muita prática. Sem uma vivência clínica consistente, o primeiro a ser prejudicado será o paciente. Por isso, fomos contrários a essa iniciativa do Governo Federal desde o primeiro momento em que ela foi levantada”, explica o presidente do CFO, Juliano do Vale.

 

O abaixo-assinado estará disponível para cirurgiões-dentistas, técnicos, acadêmicos, profissionais da área e população em geral no site do CFO (https://website.cfo.org.br/). Ao final, o documento será entregue ao MEC para demonstrar a rejeição da sociedade à proposta. 

 

O tema ainda foi debatido no estande do CFO no Ciosp, por meio de uma palestra dos cirurgiões-dentistas Camillo Anauate Netto e Vania Fontanella. O evento foi o pontapé para início do abaixo-assinado, que permanecerá ativo nos próximos meses com objetivo de alcançar o maior número de pessoas possível. O 41º Ciosp acontece de 24 a 27 de janeiro no Expo Center Norte, em São Paulo (SP), com expectativa de 100 mil participantes.

 

Ensino

 

A ideia de autorizar a educação à distância na formação de odontologia surgiu junto com outras disciplinas em portarias do MEC que foram publicadas em 2022 e 2023. O resultado foi a criação de um grupo de estudo para avaliar a viabilidade da oferta de cursos na modalidade à distância nos cursos de graduação em direito, enfermagem, odontologia e psicologia.

 

O relatório final desse grupo – que foi formado por diversas organizações, como o CFO, a Associação Brasileira de Ensino Odontológico (Abeno) e a Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica (SBPqO) – apontou a necessidade da graduação em odontologia ser na modalidade presencial.

 

Após isso, a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) do MEC publicou em novembro do ano passado uma consulta pública que contou com mais de 15 mil participações. O resultado levou o ministério a suspender por 90 dias os processos de autorização de cursos à distância de odontologia.

 

Contudo, a portaria do MEC ainda prevê a possibilidade de que seja preparada uma proposta de regulamentação de EAD para a graduação de odontologia. Por isso, o Conselho Federal de Odontologia decidiu pelo reforço no movimento de mobilização contra a proposta.

 

“A odontologia precisa de inovações que contribuam com a melhoria dos serviços prestados. E não é isso que vemos no EAD. A manipulação de instrumentos e procedimentos em pacientes precisam de supervisão in loco de professores. E precisam ser feitas sucessivas vezes, em situações clínicas reais, para que o profissional tenha domínio da sua atuação”, defende Juliano.

 

CFO no Ciosp

 

Em 2024, O Conselho Federal de Odontologia completa 60 anos de dedicação na supervisão da ética odontológica no Brasil, zelando pela qualidade do exercício da profissão de cirurgião-dentista. O CFO participa do 41º CIOSP com um estande de 812 m² para atendimento a cirurgiões-dentistas, auxiliares, técnicos, acadêmicos e população interessada. No local, será possível, por exemplo, fazer a identidade digital dos profissionais de odontologia, a CFO ID. 

 

O espaço também terá um estúdio onde será produzido o podcast CFO Esclarece, com gravação de entrevistas sobre temas relevantes abordados no evento. Além disso, o estande vai abrigar a Arena CFO, um espaço aberto para debates e painéis sobre saúde bucal, legislação, ética, entre outros temas. Serão 24 palestras previstas para tratar de assuntos relacionados à evolução da odontologia no Brasil.

 

No estande, durante os quatro dias do evento, também ocorrem reuniões dos plenários dos conselhos regionais de odontologia.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo