Siga nas redes sociais

Chega ao fim o contrato do Governo do Tocantins com a Pró-Saúde


O Sindicato dos Profissionais da Enfermagem do Estado do Tocantins – SEET comemorou a saída da Pró-Saúde – Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar das 17 unidades de saúde do Estado. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 17. O rompimento aconteceu depois de várias situações denunciadas pelo Seet e demais instituições ligadas à saúde.

 De acordo com o presidente do Seet, Ismael Sabino da Luz, a decisão tomada pelo governo demorou demais.

  “A enfermagem nunca apoiou essa parceria milionária. Não é surpresa que isso iria acontecer. Destacamos como uma vitória para a categoria, que desde o fim do ano passado, vem sentindo o reflexo dessa gestão complicada”, declarou o presidente. A Pró-Saúde foi contratada pelo Governo em setembro do ano passado para gerir 17 dos 19 hospitais públicos do Estado. O valor do contrato era de mais de R$ 260 milhões.


 “Apesar do dinheiro que recebia a empresa terceirizada não vinha honrando com os compromissos junto à categoria. Já listamos diversas vezes, falta de medicamento, de estrutura de trabalho, de segurança, além do desrespeito aos profissionais. Esperamos que seja o fim de um período nebuloso e o início de uma nova era para a saúde pública do Tocantins”, destacou o presidente.

A Pró-saúde terá 40 dias para, junto com a Secretaria Estadual da Saúde, traçar o acordo para o fim do contrato, sem prejuízo para os servidores e usuários.

“Vamos acompanhar essa transição bem de perto, para que não haja prejuízo para os profissionais da enfermagem, muito menos para a comunidade”, finalizou o presidente.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo