Siga nas redes sociais

Corregedoria Regional Eleitoral apresenta a equipes do TRE-TO solução de automação processual e inteligência artificial

Na manhã desta quinta-feira, 1º de fevereiro, a Corregedoria Regional Eleitoral do Tocantins reuniu sua equipe e os Coordenadores da Coordenadoria de Desenvolvimento de Sistemas e da Coordenadoria de Suporte e Infra-Estrutura para apresentar a solução de automação processual e inteligência artificial desenvolvida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado da Bahia (TRE-BA), o Janus. 

 

O objetivo da reunião foi alinhar conhecimentos e definir as diretrizes gerais para a implementação do Janus na Justiça Eleitoral do Tocantins, na busca da modernização e do aprimoramento da Justiça Digital e da prestação jurisdicional. 

 

Durante o encontro, por mensagem, o Desembargador Helvécio Maia ressaltou “a importância de acompanharmos os resultados alcançados no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), onde o Janus já foi implementado com sucesso”. 

O projeto Janus automatiza tarefas burocráticas e repetitivas, proporcionando uma maior eficiência e agilidade no processamento dos serviços jurisdicionais. Com a capacidade de identificar processos judiciais semelhantes, utilizando a inteligência artificial, o Janus promove tratamentos padronizados e consistentes, tornando a justiça eleitoral ainda mais célere e eficiente. 

 

No TRE-BA, durante as Eleições Municipais de 2020, mais de 6 mil processos de Prestações de Contas Eleitorais foram minutados pelo Janus, com a análise do parecer técnico do analista e do Ministério Público Eleitoral. Já nas Eleições Gerais de 2022, 68,8% dos Requerimentos de Registro de Candidaturas foram minutados pelo Janus, categorizando os processos para deferimento ou indeferimento. 

 

Com base nessas experiências, o TRE-TO pretende implantar a Memorando 202 (000012302133982) SEI 0001391-64.2024.6.27.8060 / pg. 1 ferramenta para sua utilização nas Eleições Municipais de 2024, onde são esperados cerca de 12 mil processos de Requerimentos de Registro de Candidaturas e aproximadamente a mesma quantidade de processos de Prestação de Contas Eleitorais. 

 

Durante a reunião, foi enfatizada a importância da capacitação e do treinamento dos servidores envolvidos no projeto. Segundo Maia, “será necessário um amplo conhecimento sobre o funcionamento do Janus para que sua implementação seja bem-sucedida e para que possamos aproveitar todas as suas potencialidades”. 

 

Por fim, o desembargador Helvécio Maia expressou sua confiança na equipe da Corregedoria Regional Eleitoral do Tocantins e os servidores das áreas Judiciária e de Tecnologia e agradeceu a todos pela dedicação e empenho neste desafio de modernizar e fortalecer a Justiça Eleitoral no Estado. 

 

Com a implantação do Janus, é esperado que o TRE-TO possa oferecer uma prestação jurisdicional ainda mais eficaz e ágil, consolidando a confiança dos cidadãos no sistema eleitoral e contribuindo para a consolidação da Justiça Digital. 

 

Objetivos Estratégicos:

1- Aprimorar mecanismos de atendimento ao cidadão;

 

2- Aprimorar mecanismos de transparência pública.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo