Siga nas redes sociais

Cresce intenção de consumo das famílias palmenses

 

Os palmenses estão mais dispostos a comprar nos próximos meses. É o que revela a pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias – ICF realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em parceria com a FECOMÉRCIO/TO. Os números indicam a elevação de 126,9 pontos, para 135,1, na comparação com o mês de junho passado.

 

A pesquisa, que tem como objetivo produzir um indicador inédito com capacidade de medir, com a maior precisão possível, a percepção que as famílias têm sobre seu nível futuro de propensão a consumir em curto e médio prazo, entrevistou um total de 500 famílias sobre a situação do emprego, perspectiva profissional, situação de renda, acesso ao crédito e consumo.

 

A expectativa de alta no consumo para os próximos meses é latente para 58,9%, este aumento está diretamente ligado à confiança no emprego, que é um dos fatores em elevação para 78% dos entrevistados. Apesar do otimismo, 40,5% dos responsáveis pelo domicílio responderem que não possuem perspectiva de melhora profissional.

 

Outro fator positivo, avaliado pela ICF, é a melhora na renda familiar comparada ao ano passado para 79,4% das famílias. A facilidade ao crédito também apresenta crescimento para 51% das famílias, que avaliaram que este é um ótimo momento para adquirir bens duráveis como eletrodomésticos, TV e som para 69,6%.

 

O presidente da FECOMÉRCIO/TO, Hugo de Carvalho, comenta que o otimismo do consumidor está ligado à segurança no emprego. “A pesquisa prova que o aumento na intenção de consumo revela que o consumidor palmense está mais seguro com relação ao emprego e assim tem condições de assumir compromissos. O acesso ao crédito também cresceu para uma considerável parcela da população e isso tem incentivado o consumidor a comprar”, avalia o presidente.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo