Siga nas redes sociais

Dorinha qualifica nota do Ideb esforço para melhorar qualidade da Educação no TO

Tocantins teve bons resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para os anos iniciais do ensino fundamental em 2011. No Tocantins, a pontuação que era de 4,5 em 2009 passou para 4,9 pontos na prova de 2011, superando a meta que era de 4,3 pontos. O Estado está à frente de todos os Estados do Norte e vizinhos do Nordeste.


A capital Palmas continua apresentando crescimento dos índices acima da média nacional. Também se destacaram escolas dos municípios de Alvorada, Gurupi, Luzinópolis, Aliança e Cristalândia.


Para a deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (Democratas/TO), o saldo é bastante positivo, levando em consideração a desigualdade educacional das regiões brasileiras. “Sabemos que o nosso País é muito desigual. As diferenças e desafios são maiores nas regiões Norte e Nordeste em relação à qualidade da Educação, mas esse resultado demonstra o esforço do nosso Estado em mudar a realidade. É um resultado bastante positivo”, disse.


No entanto, a parlamentar pontuou que menos de 50% dos municípios tocantinenses atingiram a meta do Ideb. Além disso, as notas de mais de 37% das cidades brasileiras nos anos finais do Ensino Fundamental ficaram abaixo da meta estipulada pelo Ministério da Educação para 2011. Os dados foram divulgados em meio à discussão sobre o Plano Nacional de Educação, que o Governo Federal entrou com recurso contra os 10% do PIB para a Educação.


Professora Dorinha ressaltou ainda a importância da valorização dos trabalhadores em Educação, o esforço de professores e as equipes regionais para melhorar a qualidade do ensino e retirar o Tocantins das últimas posições do ranking de avaliação da Educação.


“O trabalho de valorização do professor contribuiu bastante para mudar esse quadro. Professores e as demais equipes de trabalhadores têm grande mérito e estão de parabéns pelo esforço e a continuidade do trabalho, além dos próprios alunos e suas famílias. A prova disso é que o Tocantins, a cada ano, vem buscando superar as metas educacionais. Agora é preciso voltar as atenções para a qualidade do ensino nos municípios do interior e para as regiões menos privilegiadas. Neste momento de discussão sobre o PNE e o recurso do Governo contra os 10% do PIB para a área, o resultado do Ideb vai contra as justificativas do Executivo sobre financiamento e mostra que é preciso concentrar mais investimentos na Educação”.

Ideb

O indicador avalia a qualidade do ensino do país a partir das taxas de aprovação e do desempenho de escolas, municípios e estados na Prova Brasil. Os dados da última edição do Ideb foram divulgados nesta terça-feira, 14, pelo Ministério da Educação (MEC). Desde a criação do indicador, em 2005, foram estabelecidas metas que devem ser atingidas a cada dois anos por escolas, prefeituras e governos estaduais.

Em 2011, a média nacional do Ideb foi 5 pontos, acima da meta estabelecida para o período. O Ideb é calculado a partir da taxa de aprovação e do desempenho dos alunos na Prova Brasil, avaliação aplicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) a cada dois anos. Com base nessas informações, são atribuídas notas para cada escola pública do país, assim como para as redes de ensino e para os municípios e os estados. Cada escola, prefeitura e governo estadual tem uma meta que deve ser atingida de dois em dois anos.

O indicador atribui uma nota diferente para três etapas da educação básica: anos iniciais do ensino fundamental (1° ao 5º ano), anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano) e ensino médio.

Notas

Anos iniciais 
Palmas
 Meta:  4,9
 Ideb 2011: 5,7 
Ideb 2009: 5,4

Tocantins
 Meta: 4,3
 Ideb 2011: 4,9 
Ideb 2009: 4,5



Região Norte 
Meta: 3,8 Ideb 2011: 4,2
 Ideb 2009: 3,8



Anos finais
 Palmas 
Meta:  4,0 
Ideb 2011:  4,7 
Ideb 2009: 4,6



Tocantins 
Meta:  3,8
 Ideb 2011: 4,0
 Ideb 2009: 3,9



Região Norte 
Meta: 3,6 Ideb 2011: 3,8
 Ideb 2009: 3,6




Ensino Médio
Tocantins Meta: 3,4
 Ideb 2011: 3,6 
Ideb 2009: 3,4



Norte
 Meta: 3,2 
Ideb 2011: 3,2 
Ideb 2009: 3,3

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo