Siga nas redes sociais

Em Miracema do Tocantins, Polícia Civil desvenda crime de homicídio e prende principais envolvidos

Nesta quarta-feira, 10, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO) efetuou, em Palmas, a prisão de um indivíduo de 30 anos, o qual é apontado, juntamente com outras três pessoas, de ser um dos autores do homicídio, que vitimou Alan Rodrigues Barros, fato ocorrido no último dia 16 de novembro, em Miracema do Tocantins.



A ação faz parte de uma extensa investigação deflagrada pela 67ª Delegacia de Polícia Civil de Miracema, sob a coordenação do delegado Heliomar Santos Silva, e que tinha por objetivo identificar os autores do homicídio de Alan, sendo que três pessoas com envolvimento no crime já tinham sido presas anteriormente, em Miracema. 

 

O crime 

O crime ocorreu por volta das 22h50, do dia 16 de novembro, quando a vítima Alan Rodrigues estava em sua residência, momento em que foi chamado e saiu para atender. Instantes depois, ele foi alvejado por sete disparos de arma de fogo que causaram sua morte de forma instantânea. 

 

Logo após o crime, a equipe da 67ª DP foi mobilizada e passou a realizar diligências no sentido de identificar o autor do homicídio, bem como, tentar esclarecer a motivação para o mesmo. 

 

Prisão da namorada

Com o aprofundamento das investigações, foi possível descobrir que a namorada da vítima, de iniciais M.F.P, de 22 anos, estava envolvida na morte e, com isso, sua prisão preventiva foi solicitada e deferida pelo Poder Judiciário, sendo que ela foi presa no dia 22 de dezembro de 2023.

 

Outros dois envolvidos no crime também foram identificados e presos pela Polícia Civil, sendo que L.V.A.M, de 20 anos, foi capturado em Miracema, no dia último dia 6, em cumprimento a mandado de prisão. Na sequência, no último dia 8, os policiais civis localizaram e prenderam, com apoio do Grupo anti-sequestro da PC-GO, em Goiânia (GO), um homem de iniciais, C.A.A.C, de 21 anos, que também é apontado como um dos autores do crime. 



Prisão em Palmas

Conforme o delegado Clecyws Antônio, que também deu apoio nas prisões, na manhã desta quarta-feira, os policiais civis de Miracema, com apoio de agentes da 5ª Delegacia de Palmas, efetuaram a captura do último envolvido no crime, um homem de iniciais A.R.R, de 30 anos. O qual após a realização das providências legais cabíveis, foi recolhido à Unidade Penal de Palmas, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. 

 

Motivação

As investigações da Polícia Civil apontaram que a vítima foi morta em uma emboscada armada pela namorada e outros três indivíduos, uma vez que a vítima tinha depositado na conta da mulher a quantia de R$ 12 mil, que tinha ganhado em um jogo online.

 

Após cobrar a namorada para que devolvesse o dinheiro, o homem acabou sendo atraído por uma emboscada e morto com sete tiros na porta de sua residência, já que a mulher teria se unido aos outros três indivíduos e arquitetado a morte de Alan.

Desse modo, com a prisão do quarto envolvido, o inquérito policial será finalizado e remetido ao Poder Judiciário e ao Ministério Público para que sejam adotadas as medidas legais cabíveis. Para o delegado Clecyws, as prisões dos quatro envolvidos no homicídio e a completa elucidação do crime reforçam o comprometimento da Polícia Civil com a investigação criminal e a proteção à sociedade. 

 

“Por meio de um minucioso trabalho investigativo, a Polícia Civil conseguiu desvendar mais esse crime de homicídio, dando uma resposta satisfatória a toda a sociedade miracemense e, sobretudo, a família da vítima, que aguardava pelo desfecho das investigações e pelas prisões de todos os envolvidos no caso”, ressaltou.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo