Siga nas redes sociais

Encontro de Folia e Catira reúne 5 mil pessoas na Praça da Igreja Matriz de Campinas

Mais de cinco mil pessoas compareceram à Praça da Igreja Matriz de Campinas neste domingo, 28, para o 21º Encontro de Folia e 7º Encontro de Catira, realizado pela Prefeitura de Goiânia. O evento, coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), reuniu 29 grupos de Folia de Goiânia e várias cidades do interior de Goiás, além de dois grupos de catira e duas orquestras de violeiros.

Neste ano, os encontros trouxeram o tema “O Presépio: Berço do amor”, com a intenção de que as pessoas levem para o ano todo o verdadeiro sentido do Natal.

Para o capitão da Companhia de Reis do Jardim das Aroeiras, Miguel Prudêncio Vilela, vivenciar o encontro é motivo de emoção. “Desde quando começou, o nosso grupo participa. Desta vez, viemos em 25 pessoas. Vem a família inteira. Minha folia é uma escola e nós ensinamos aos jovens e passamos a tradição de geração pra geração. A Prefeitura faz esse encontro, reúne gente que ama e é devoto de Reis de verdade. Fico muito feliz em ver esse tanto de gente aqui. Não podemos deixar isso acabar. É folclore brasileiro, é cultura, é amor, é fé. Tem que ensinar para as crianças e seguir em frente”, ressaltou.

Quem também não perde um ano da Folia de Reis é o casal Valter Machado e Cláudia Alves. Eles marcam presença com a família toda. “Faz parte da nossa cultura, aprendi  a gostar com meu pai. Temos que manter viva essa tradição tão bonita. Trouxemos parentes de fora pra conhecer pela primeira vez e eles estão adorando. É muito importante pra gente aproveitar e celebrar juntos”, afirmou Valter.

Moradora de Campinas desde a adolescência, Wanda Gomes acompanha a Folia de Reis desde as primeiras edições do encontro. “Eu tenho 73 anos e minha vida é aqui na Campininha. Parabéns para a Prefeitura pela realização dessa linda festa. Pra mim, hoje é um dia de muita alegria, festa no meu coração. Ver todo esse povo aqui, tantas folias, lembro do meu pai, dos meus avós. É realmente muito lindo”, contou a aposentada.

Além das folias, os grupos de catira também são tradição no evento. Coordenadora do Grupo de Catira Nunes, Nayara Nunes agradeceu a oportunidade de estar no encontro. “Já tem 25 anos que temos o grupo e fazemos por amor, por paixão, e nosso maior objetivo é não deixar a nossa cultura morrer. Que bom termos apoio público para isso”, declarou.

 

Fonte: Tribuna do Planalto 

 

 

 

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo