Siga nas redes sociais

Espol divulga resultado final da seletiva para a Força Nacional de Segurança Pública

A Escola Superior de Polícia (Espol) divulgou na quinta-feira, 25, o resultado final do Cadastro Classificatório para a Força Nacional de Segurança Pública. O desempenho dos oito policiais civis que participaram do processo seletivo pode ser conferido no Boletim Interno nº 575, da Secretaria da Segurança Pública do Tocantins (SSP/TO), edição desta quinta-feira.

 

“Cumprimos todas as etapas do cadastro classificatório e, a partir de agora, todos estão aptos a compor a Força Nacional e serão chamados conforme a necessidade do Ministério da Justiça”, destaca a diretora da Espol, delegada Heloísa Helena Godinho.

 

A seleção, composta por três etapas, consistiu da análise de documentação, exames médicos e Teste de Aptidão Física (TAF). Esta última etapa foi realizada nos dias 22 e 23 de janeiro, em Palmas, composta por exercícios de corrida, flexão, abdominal, natação e flutuação. 

 

Dentre os policiais civis aptos está o delegado regional de Dianópolis, Márcio Duarte Teixeira, que já participou da Força Nacional no ano de 2005. “Estou muito entusiasmado, pois é uma oportunidade única para troca de experiência e vivência com colegas de outras unidades da federação. Para mim, será um retorno porque já fiz parte da Força Nacional como policial militar do Distrito Federal e agora tenho a oportunidade de voltar. A minha expectativa é de bem representar a Polícia Civil do Tocantins, como outros colegas já fizeram, além de aprimorar conhecimentos técnico e profissional”, destaca o delegado que tirou nota 100 no TAF.

 

A agente de polícia Silvana Ferreira Dias de Souza, que atua na Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente e Conflitos Agrários (DEMAG – Palmas), também tirou nota máxima no TAF e considerou que a participação no processo seletivo foi uma experiência enriquecedora e desafiadora. “Completando 15 anos de polícia, é com grande honra e gratidão que expresso meu mais profundo agradecimento a Deus por ter sido selecionada de forma igualitária para integrar a Força Nacional. Vencer essa etapa representa não apenas uma conquista pessoal, mas também um compromisso renovado com o serviço e a dedicação à nossa profissão, também uma forma de reconhecimento profissional. Estou imensamente grata pela oportunidade de poder servir ao meu país de uma maneira tão significativa”, ressalta.

 

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo