Siga nas redes sociais

Filho é suspeito de atear fogo e matar o próprio pai, diz polícia

Foto: PM/Divulgação

Um homem, de 70 anos, morreu depois de ter o corpo queimado em São Sebastião, no Bico do Papagaio, no sábado (30). O suspeito do crime é o filho da vítima, que resistiu à prisão e precisou ser contido pela Polícia Militar com disparo de arma de fogo na perna.

Os policiais foram chamados para averiguar uma denúncia de maus-tratos, mas quando chegaram no endereço os vizinhos avisaram que o idoso havia morrido. A vítima, identificada como Raimundo Rodrigues de Sousa, foi encontrada em um dos cômodos da casa com o rosto carbonizado.

Raimundo teve a região do tórax, braço direito e rosto carbonizado e também estava com uma faca encravada no pescoço.

O suspeito, de 45 anos, estava na estava na área de serviço da residência, portando uma faca, visivelmente descontrolado. Os policiais deram ordem de parada e pediram para que ele jogasse a faca no chão, mas não foram atendidos.

Os militares então fizeram três disparos de espingarda calibre 12 com balas de borracha. Mesmo assim, o suspeito não cedeu e a equipe fez uso de munição letal, acertando a perna esquerda do agressor.

Os policiais prestaram socorro e levaram o suspeito para o pronto socorro regional da cidade de Augustinópolis, onde permanece internado sob custódia do Sistema Penitenciário.

A prisão foi ratificada pelo delegado plantonista da 3ª Central de Atendimento da Polícia Civil, em Araguatins. O caso será investigado pela 7ª Delegacia de Esperantina.

O corpo de Raimundo foi encaminhado para o Núcleo de Medicina Legal de Araguaína, onde passou por exames de necropsia e já foi liberado aos familiares.

Fonte: g1

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo