Terça, 28 Setembro 2021

Telefone: 63 3214-1853 | Whatsapp: 63 98403-8418 | E-mail: [email protected]

Geral

Servidores protestam em evento do Plano Safra por melhores condições de trabalho

Publicado em: Terça, 21 Agosto 2012 15:05 Escrito por
Avalie este item
(0 votos)


Com cartazes e faixas, os servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), há mais de 60 dias em greve, protestaram durante o lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar, realizado pelo Governo Federal no Tocantins. O evento aconteceu na manhã desta terça-feira (15), no auditório da Assembléia Legislativa, em Palmas.



Com os lemas, “Sem Servidores, Sem Safra” e “Sem Incra, Sem Geo e Sem CCIR”, os manifestantes destacaram que sem o fortalecimento institucional do Incra e do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) a aplicação dos recursos do Plano Safra pode ser prejudicada no estado. No Tocantins, os agricultores familiares assentados pelos Programas Nacionais de Reforma Agrária e Crédito Fundiário acessam a maioria dos recursos disponibilizados pelo Plano Safra. Os dois programas são políticas do MDA e Incra, que são responsáveis ainda pela contratação de assistência técnica e outras políticas de apoio à comercialização e agroindustrialização.



Os servidores reivindicam o fortalecimento das duas instituições, com a contratação de pessoal e a melhoria do padrão remuneratório com equiparação às carreiras afins do Ministério da Agricultura. O protesto, realizado durante o evento, serviu para denunciar o desmantelamento da autarquia agrária e destacar a importância da agricultura familiar para a economia brasileira.



Apoio



O Presidente da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadores na Agricultura do Estado do Tocantins, Romão Wanderley, destacou a importância do fortalecimento institucional do MDA e do Incra, assim como das organizações de assistência técnica, para que os agricultores familiares tenham acesso aos recursos do Pronaf. Ele disse que a greve é justa e que sem servidores não há como assegurar a execução de políticas públicas, como regularização fundiária, infraestrutura, assistência técnica e comercialização da produção.



Para o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Antônio Marcos Bandeira, a execução das políticas de apoio à agricultura familiar ficam prejudicadas com o enfraquecimento dos órgãos responsáveis pelas ações da área. “A viabilidade do Plano Safra depende da capacidade operacional do Incra para que os recursos chequem aos produtores. É preciso reestruturar o órgão e dar condições de trabalho aos servidores”.


Compartilhar nas redes sociais
Portal Agora Tocantins

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Notícias em destaque

O Portal Agora-TO é um site de notícias voltado para a divulgação de informações do Tocantins e do Brasil e é editado sob a responsabilidade da Moara Comunicação Ltda, empresa sucessora da Dias e Vallim Ltda., com 21 anos de experiência na área de comunicação e jornalismo.

Newsletter

Cadastre-se em nosso Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias e novidades do Agora Tocantins.

Fique tranquilo, seu e-mail estará 100% protegido. Odiamos spam!