Siga nas redes sociais

Globo de Ouro 2024: veja vencedores da 81ª edição do prêmio

81ª edição do Globo de Ouro, uma das maiores premiações da Televisão e do Cinema, ocorre na noite deste domingo (7) em Los Angeles, nos Estados Unidos.

 

São premiados produções e atores em 27 categorias diferentes, que vão desde melhor desempenho na atuação até qualidade das obras.

Confira abaixo a lista dos indicados e os vencedores de cada categoria.

Cinema

Melhor filme de drama

“Oppenheimer”.

 

O filme concorria com:

  • “Assassino da Lua das Flores”;
  • “Maestro”;
  • “Vidas Passadas”;
  • “Zona de Interesse”;
  • “Anatomia de uma Queda”.

Melhor filme de comédia ou musical

“Pobres criaturas”.

O longa-metragem concorria com:

  • “Air: a história por trás do logo”;
  • “American Fiction”;
  • “Barbie”;
  • “Os Rejeitados”;
  • “Segredos de um escândalo”.

Melhor animação

“O Menino e a Garça”.

A produção concorria com:

  • “Elementos”;
  • “Homem-Aranha: Através do Aranhaverso”;
  • “Super Mario Bros – O Filme”;
  • “Suzume”;
  • “Wish”.

Melhor roteiro

Justine Triet e Arthur Harari por “Anatomia de Uma Queda”.

Eles concorriam com:

  • Greta Gerwig e Noah Baumbach por “Barbie”;
  • Tony Mcnamara por “Pobres Criaturas”;
  • Christopher Nolan por “Oppenheimer”;
  • Eric Roth e Martin Scorsese por “Assassinos da Lua das Flores”;
  • Celine Song por “Vidas Passadas”.

Melhor diretor

Christopher Nolan por “Oppenheimer”.

Ele concorria com:

  • Bradley Cooper por “Maestro”;
  • Greta Gerwig por “Barbie”;
  • Yorgos Lanthimos por “Pobres Criaturas”;
  • Martin Scorsese por “Assassinos da Lua das Flores”;
  • Celine Song por “Vidas Passadas”.

Melhor trilha sonora

Ludwig Göransson por “Oppenheimer”.

Ele concorria com:

  • Jerskin Fendrix por “Pobres Criaturas”;
  • Joe Hisaishi por “O Menino e a Garça”;
  • Mica Levi por “Zona de Interesse”;
  • Daniel Pemberton  por “Homem-Aranha Através do Aranhaverso”;
  • Robbie Robertson por “Assassinos da Lua das Flores”.

Melhor canção original

“What Was I Made For”, de Billie Eilish e Finneas O’Connell para “Barbie”

A música concorria com:

  • “Addicted to Romance”, de Bruce Springsteen para “She Came to Me”
  • “Dance the Night”, de Mark Ronson, Andrew Wyatt, Dua Lipa e Caroline Ailin “Barbie”
  • “I’m Just Ken” de Mark Ronson e Andrew Wyatt para “Barbie”
  • “Peaches”, de Jack Black, Aaron Horvath, Michael Jelenic, Eric Osmond e John Spiker para “Super Mario Bros”
  • “Road to Freedom”, de Lenny Kravitz para “Rusitn”

Melhor ator em drama

Cillian Murphy por “Oppenheimer”.

Ele concorria com:

  • Bradley Cooper por “Maestro”;
  • Leonardo Dicaprio por “Assassinos da Lua das Flores”;
  • Colman Domingo por “Rustin”;
  • Barry Keoghan por “Saltburn”;
  • Andrew Scott por “Todos Nós Desconhecidos”.

Melhor atriz em drama

Lily Gladstone por “Assassinos da Lua das Flores”.

Concorriam com ela:

  • Annette Bening por “Nyad”;
  • Sandra Hüller por “Anatomia de uma Queda”;
  • Greta Lee por “Vidas Passadas”;
  • Carey Mulligan por “Maestro”;
  • Cailee Spaeny por “Priscilla”.

Melhor ator em musical ou comédia

Paul Giamatti por “Os Rejeitados”.

Ele concorriam com:

  • Nicolas Cage por “Dream Scenario”;
  • Timothée Chalamet por “Wonka”;
  • Matt Damon por “Air: A História Por Trás do Logo”;
  • Joaquin Phoenix por “Beau Tem Medo”;
  • Jeffrey Wright por “American Fiction”.

Melhor atriz em musical ou comédia

Emma Stone por “Pobres Criaturas”.

Ela concorria com:

  • Margot Robbie por “Barbie”;
  • Natalie Portman por “Segredos de um Escândalo”;
  • Fantasia Barrino por “A Cor Púrpura”;
  • Alma Pöysti por “Folhas de Outono”;
  • Jennifer Lawrence por “Que Horas Eu Te Pego?”.

Melhor ator coadjuvante

Robert Downey Jr. por “Oppenheimer”.

Concorriam com ele:

  • Willem Dafoe por “Pobres Criaturas”;
  • Robert de Niro por “Assassinos da Lua das Flores”;
  • Ryan Gosling por “Barbie”;
  • Charles Melton por “Segredos de um Escândalo”;
  • Mark Ruffalo por “Pobres Criaturas”.

Melhor atriz coadjuvante

Da’vine Joy Randolph por “Os Rejeitados”.

Concorriam com ela:

  • Emily Blunt por “Oppenheimer”;
  • Danielle Brooks por “A Cor Púrpura”;
  • Jodie Foster por “Nyad”;
  • Julianne Moore por “Segredos de um Escândalo”;
  • Rosamund Pike por “Saltburn”.

Melhor filme em língua não-inglesa

“Anatomia de uma Queda” (França).

Concorria com:

  • “Zona de Interesse” (Reino Unido);
  • “A Sociedade da Neve” (Espanha);
  • “Folhas de Outono” (Finlândia);
  • “Vidas Passadas” (Estados Unidos);
  • “Io capitano” (Itália).

Conquista cinematográfica de bilheteria

“Barbie”.

O longa de Greta Gerwig concorria com:

  • “Guardiões da Galáxia Vol. 3”;
  • “John Wick 4: Baba Yaga”;
  • “Missão: Impossível – Acerto de Contas Parte 1”;
  • “Oppenheimer”;
  • “Homem-Aranha: Através do Aranhaverso”;
  • “Super Mario Bros. – O Filme”;
  • “Taylor Swift: The Eras Tour”.

Televisão

Melhor série de drama

“Succession”.

A produção concorria com:

  • “1923”;
  • “The Crown”;
  • “A Diplomata”;
  • “The Last of Us”;
  • “The Morning Show”;

Melhor série de comédia

“O Urso”.

A produção concorria com:

  • “Abbott Elementary”;
  • “Barry”;
  • “Na Mira do Júri”;
  • “Only Murders in the Building”;
  • “Ted Lasso”.

Melhor série limitada, antológica ou filme para TV

“Treta”.

A produção concorriam com:

  • “Toda Luz que Não Podemos Ver”;
  • “Daisy Jones & The Six”;
  • “Fargo”;
  • “Companheiros de Viagem”;
  • “Questão de Química”.

Melhor ator em série de drama

Kieran Culkin por “Succession”.

Ele concorria com:

  • Brian Cox por “Succession”;
  • Gary Oldman por “Slow Horses”;
  • Pedro Pascal por “The Last of Us”;
  • Jeremy Strong por “Succession”;
  • Dominic West poe “The Crown”.

Melhor atriz em série de drama

Sarah Snook por “Succession”.

Ela concorria com:

  • Helen Mirren por “1923”;
  • Bella Ramsey por “The Last of Us”;
  • Keri Russel por “A Diplomata”;
  • Imelda Staunton por “The Crown”;
  • Emma Stone por “The Curse”.

Melhor ator em série de comédia ou musical

Jeremy Allen White por “O Urso”.

Ele concorria com:

  • Bill Hader por “Barry”;
  • Steve Martin por “Only Murders In The Building”;
  • Jason Segel por “Falando a Real”;
  • Martin Short por “Only Murders In The Building”;
  • Jason Sudeikis por “Ted Lasso”.

Melhor atriz em série de comédia ou musical

Ayo Edebiri por “O Urso”.

Ela concorria com:

  • Natasha Lyonne por “Poker Face”;
  • Quinta Brunson por “Abbott Elementary”;
  • Rachel Brosnahan, por “Maravilhosa Sra. Maisel”;
  • Selena Gomez por “Only Murders in the Building”;
  • Elle Fanning por “The Great”.

Melhor atriz coadjuvante em série

Elizabeth Debicki por “The Crown”.

Concorriam com ela:

  • Meryl Streep por “Only Murders in the Building”;
  • Hannah Waddingham por “Ted Lasso”;
  • J. Smith Cameron, por “Succession”;
  • Billie Eilish por “Enxame”;
  • Abby Elliott por “O Urso”;
  • Christina Ricci por “Yellowjackets”.

Melhor ator coadjuvante em série

Matthew Macfadyen por “Succession”.

Concorriam com ele:

  • Billy Crudup por “The Morning Show”;
  • James Marsden por “Na Mira do Júri”;
  • Ebon Moss-Bachrach por “O Urso”;
  • Alan Ruck por “Succession”;
  • Alexander Skarsgard por “Succession”.

Melhor ator em série limitada, antológica ou filme para TV

Steven Yeun por “Treta”.

Concorriam com ele:

  • Matt Bomer por “Companheiros de Viagem”;
  • Sam Clafin por “Daisy Jones & The Six”;
  • Jon Hamm por “Fargo”;
  • Woody Harrelson por “Os Encanadores da Casa Branca”;
  • David Oyelowo por “Homens Da Lei: Bass Reeves”.

Melhor atriz em série limitada, antológica ou filme para TV

Ali Wong por “Treta”.

Concorriam com ela:

  • Riley Keough por “Daisy Jones & The Six”;
  • Brie Larson por “Uma Questão de Química”;
  • Elizabeth Olsen por “Amor e Morte”;
  • Juno Temple por “Fargo”;
  • Rachel Weisz por “Gêmeas – Mórbida Semelhança”.

Melhor especial de stand-up

Ricky Gervais por “Ricky Gervais: Armageddon”.

Ele concorriam com:

  • Trevor Noah – “Trevor Noah: Where Was I”;
  • Chris Rock por “Chris Rock: Selective Outrage”;
  • Amy Schumer por “Amy Schumer: Emergency Contact”;
  • Sarah Silverman por “Sarah Silverman: Someone You Love”;
  • Wanda Sykes por “Wanda Sykes: I’m An Entertainer”.

 

Fonte: CNN 

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo