Siga nas redes sociais

Governo do Tocantins investe em curso de processamento de pescado e adquire mais de 240 kg de peixes para degustação na Agrotins 2024

Foto: Pesca e Aquicultura/Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Pesca e Aquicultura (Sepea), realizará no próximo dia 10, o Curso de Capacitação de Processamento de Pescado como forma de agregar valor ao produto, no Instituto Federal do Tocantins (IFTO). Dos peixes que serão utilizados na capacitação, 40 kg foram doados pela Associação dos Pescadores Profissionais do Estado do Tocantins (Appet) e pela Colônia de Pescadores de Palmas Z10, e mais de 200 kg foram adquiridos pela Sepea, por meio de licitação. Os peixes serão transformados em produtos para degustação durante a 24ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária (Agrotins 2024).

Segundo o diretor de Desenvolvimento da Pesca da Sepea, o engenheiro ambiental Dyego Reis, a parceria firmada entre as entidades e o Governo do Tocantins, além de beneficiar os participantes do curso, será estendida para a Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins).

“Os peixes já estão no laboratório do IFTO para o início do curso que ocorrerá na próxima sexta-feira, 10, e estamos com grande expectativa para que o produto que os participantes vão processar seja usado para degustação durante a Agrotins”, explicou Dyego Reis.

Processamento de pescados

Foram doados à Sepea 40 kg de Mapará, espécie de peixe com grande potencial gastronômico. Durante o curso, os participantes aprenderão tecnologias de processamento e industrialização de peixes, abordando assuntos como conservação, salga, defumação, aproveitamento de Carne de Peixe Mecanicamente Separada (CMS) e outras técnicas.

O objetivo é disseminar a diversidade de produtos que podem ser produzidos à base de pescados, agregando valor, aumentando a vida útil e oferecendo novas opções de consumo.

Agrotins 2024

O Pavilhão da Pesca e Aquicultura já está em fase de preparação, e a expectativa é reunir no espaço todas as informações e atividades voltadas para o desenvolvimento do Setor.

Está previsto na programação o Simpósio sobre bioeconomia, com palestras sobre o uso de resíduos na cadeia do pescado, reuso da água na produção de tilápias e a experiência com a aquaponia comercial, entre outras temáticas.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo