Siga nas redes sociais

Governo do Tocantins investe na valorização da cultura e do esporte escolar no primeiro ano do Profe

Aproximadamente 130 estudantes tocantinenses disputaram medalhas na 9ª edição dos Jogos Estudantis Paradesportivos do Tocantins - Foto: Seduc

O Programa de Fortalecimento da Educação (Profe) está celebrando, neste mês de abril, um ano desde a sua criação. O programa do Governo do Tocantins, executado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), foi planejado para ser desenvolvido no período de 2023 a 2027, com investimentos em diversas áreas da educação.

Durante o seu primeiro ano, as ações voltadas para a cultura e o desporto apresentaram resultados que impactaram e transformaram a vida de diversos estudantes.

Destaque Internacional

Em 2023, em um momento emblemático para o esporte tocantinense, o time de futsal feminino do Colégio Estadual Guilherme Dourado, de Araguaína, colocou o Tocantins em evidência no cenário internacional, com o 2° lugar no Campeonato Mundial de Futsal Escolar Feminino, que aconteceu em Belgrado, na Sérvia. Elas foram convocadas para o mundial após serem destaque no Campeonato Brasileiro Escolar, realizado em Palmas, em abril de 2023.

A goleira do time, Evelyn Pereira, foi contratada para jogar profissionalmente em um time de São Paulo, realizando um sonho. “Eu sempre acreditei que um dia conquistaria algo grande, esse é apenas o começo e tenho certeza de que muitos sonhos ainda serão realizados. Tudo isso graças ao apoio que recebemos na escola”, relatou a estudante.

Jets

Em 2023, os Jogos Estudantis do Tocantins (JETs) reuniram mais de 18 mil estudantes das redes pública e privada de educação. Com o Profe, pela primeira vez, a etapa final ocorreu em Araguaína.

Por meio do esporte, muitos estudantes têm a sua primeira experiência de viajar para fora do estado. Os classificados na etapa estadual do Jets vão para competições nacionais, como os Jogos Escolares Brasileiros (Jebs), que em cada ano ocorre em um estado diferente.

Parajets

Com o Profe, em sua 9ª edição, os Jogos Estudantis Paradesportivos do Tocantins (Parajets) reuniu 130 paratletas de 78 unidades escolares estaduais, municipais e das Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes). A competição promove inclusão social, valorização e independência do estudante por meio do esporte.

Os paratletas tocantinenses trilharam um caminho de vitórias alcançando destaque nacional. Na última edição das Paralimpíadas Escolares, que ocorreu em São Paulo, os estudantes conquistaram diversas medalhas e quebraram recordes nacionais.

Jeits

Os Jogos Escolares Indígenas do Tocantins (Jeits) fortalecem a identidade cultural indígena e promovem a socialização entre os povos originários, além de incentivarem práticas esportivas comuns entre as comunidades. No ano passado, com o Profe, o evento reuniu 763 estudantes-atletas indígenas de 12 a 17 anos, de 35 escolas, representando 7 povos do Estado: Apinajé, Karajá-Xambioá, Krahô, Javaé, Karajá, Krahô-Kanela e Xerente, em Palmas.

A valorização do esporte e da cultura dos povos originários tem se tornado um caminho para a realização de sonhos de estudantes tocantinenses. Como foi o caso da estudante-atleta Ivanete Xerente, que se tornou a primeira indígena a assinar um contrato profissional no futebol nacional. “Fico feliz em conseguir meu primeiro contrato como profissional e como primeira indígena do Brasil. Hoje, tenho muito orgulho de representar meus povos indígenas no mundo do futebol”, declarou.

Canta Tocantins

Já se encaminhando para a sua 4ª edição, o Canta Tocantins, das Escolas Estaduais, tem revelado grandes talentos musicais por todo o estado. O concurso mobiliza milhares de pessoas que votam, compartilham e torcem por seus cantores favoritos, que nunca falham em entregar performances carregadas de emoção e superação.

A competição possui duas etapas e os estudantes podem se inscrever nas categorias Júnior ou Silver. A fase regional acontece de forma on-line, por meio do Instagram oficial do Canta Tocantins.

Na última edição, o estudante Carlos Diego, da Superintendência Regional de Educação de Palmas, conquistou o 1° lugar na categoria Júnior e revelou com muita felicidade que a música sempre fez parte da sua vida. “Comecei a cantar com 12 anos de idade e pretendo fazer carreira na música. Estou muito feliz de ter ganhado, agradeço aos meus professores e toda a minha família que sempre me apoiaram”, destacou.

Dança Tocantins

Dança Tocantins, das Escolas Estaduais, surgiu com os objetivos de identificar e valorizar jovens com dons artísticos na rede estadual. Com o intuito de estimular o exercício da dança e da expressão corporal entre os jovens, bem como de incentivar projetos artísticos nas escolas estaduais, o projeto também foi abraçado pelo público e já está com as inscrições abertas para a sua 3ª edição.

A estudante Ayara Tanaka Benevides, integrante do grupo de Dança CMTO, vencedor na categoria grupo na 2ª edição do projeto, ressaltou que foi um momento que ficará marcado para sempre. “A dança representa uma segunda casa, um lugar onde posso expressar minha mente. É onde enfrento desafios, corrijo meus problemas e me sinto livre. Dançar é onde encontro descanso e liberdade”.

A última edição contou com 70 finalistas e cerca de 450 estudantes participaram das etapas realizadas nas 13 Superintendências Regionais de Educação (SREs).

Dramatiza e Interpreta Tocantins

Com os resultados positivos ao encontrar talentos tocantinenses por meio do Canta e Dança Tocantins, a Seduc está lançando mais uma ação do Profe, que celebra as habilidades artísticas dos estudantes, o Dramatiza Tocantins das Escolas Estaduais.

Interpreta Tocantins faz parte dos projetos de arte, cultura e literatura da Seduc, como parte do Profe. Será um festival de gêneros narrativos para contadores de história, contos e monólogos das unidades de ensino do estado, com a mesma dinâmica do Canta e do Dança.

Diante das muitas conquistas que o Profe promoveu ao longo deste último ano, o secretário de Estado da Educação, Fábio Vaz, ressaltou a importância em investir em arte, cultura e esporte escolar. “Com os incentivos que estamos realizando nas ações de esporte e cultura por meio do programa, revelamos talentos da rede estadual, melhoramos a aprendizagem e garantimos um futuro de sucesso para os nossos estudantes”, concluiu.

Em 2023, os Jogos Estudantis do Tocantins (Jets) chegaram a sua 32ª edição – Mari Rios/Governo do Tocantins

Segunda edição dos Jogos Escolares Indígenas do Tocantins (Jeits) fez parte das comemorações dos 35 anos do Tocantins e reuniu estudantes-atletas indígenas das 7 etnias do Estado – Seduc/Governo do Tocantins

Canta Tocantins busca incentivar a prática do canto e revelar habilidades musicais dos estudantes das escolas estaduais – Seduc/Governo do Tocantins
Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo