Siga nas redes sociais

Governo inicia recuperação de estradas em 226 assentamentos


 


 


As obras de recuperação de 4.276 quilômetros de estradas coletoras e vicinais em assentamentos no Tocantins, previstas no convênio firmado entre o Governo do Estado e o Incra – Instituto de Colonização e Reforma Agrária, terão início na próxima semana no Assentamento São João em Palmas, com 25 quilômetros, e no Bico do Papagaio, no município de Itaguatins. O convênio irá atender 226 projetos de assentamentos, localizados em 85 municípios tocantinenses, beneficiando aproximadamente 20 mil famílias.


O valor do investimento é de R$ 31 milhões, sendo R$ 19 milhões do Instituto e o restante em contrapartida do Estado de R$ 12 milhões. Nesta sexta-feira, dia 03, o secretário da Seagro – Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Jaime Café, o superintendente do Incra, Ruberval Gomes da Silva, e o secretário executivo da Infraestrutura, José Ribamar Maia Junior, realizaram uma vistoria das máquinas que irão recuperar as estradas no assentamento São João. As mesmas estão finalizando as obras de recuperação das vias do Projeto de Irrigação São João.


De acordo com o secretário da Agricultura, o convênio é importante, pois vai assegurar o deslocamento das famílias, o escoamento da produção e o acesso aos centros urbanos, contribuindo para o desenvolvimento dos assentamentos. “O governador Siqueira Campos se preocupa com as condições de vida dos pequenos produtores e tem orientado a criação de projetos e parcerias para beneficiar essas comunidades, em conjunto com o Governo Federal. Com a execução deste convênio, o Governo leva cidadania, infraestrutura para melhorar o escoamento da produção e aprimora o acesso até essas comunidades”, comentou Café.


Para o superintendente do Incra, o objetivo do convênio é a inclusão social no combate a fome. “O ponta pé inicial foi aqui no assentamento São João, mas na próxima semana inicia de fato e de direito. Uma ação de extrema importância para as famílias dos pequenos produtores assentados do Estado, que representam quase 10% da população total tocantinense”, ressaltou Silva.


O secretário executivo da Infraestrutura disse que até setembro serão 28 máquinas, com quatro equipes trabalhando simultaneamente nas estradas coletoras e de acesso aos assentamentos, Isso irá facilitar, não apenas o escoamento da produção, mas o transporte escolar, assistência técnica, entre outras melhorias para o produtor. “Além de obras de terraplenagem previstas no convênio, o Governo irá aproveitar a logística das equipes para também recuperar as outras vias próximas aos assentamentos, sejam elas de responsabilidade do município ou do Estado”, frisou Maia.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo