Siga nas redes sociais

Grupo suspeito de ameaçar matar juiz, promotor e policiais do Tocantins é alvo de operação

Foto: Divulgação/Polícia Federal

Uma operação da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado no Tocantins (FICCO/TO) cumpre 23 mandados de prisão e 36 de busca e apreensão contra um grupo suspeito de ameçar matar autoridades no Tocantins. De acordo com a Ficco, as ameaças eram direcionadas a um juiz, um promotor de justiça e policiais militares e penais de Dianópolis, região sudeste do estado.

Os mandados estão sendo cumpridos na manhã desta sexta-feira (3) em Dianópolis, Palmas, Dueré, Cariri do Tocantins, Porto Alegre do Tocantins, Rio Verde (GO), Formosa (GO) e Imperatriz/MA, expedidos pela Vara Criminal de Dianópolis.

A investigação criminal começou no dia fevereiro de 2024, segundo informações enviadas pela assessoria. Os policiais apuraram que uma facção, que atua em todo o território brasileiro, emitiu ordens por meio de mensagens conhecidas como “salves”, para que seus integrantes executassem o plano e cumprissem as ordens da liderança.

A operação recebeu o nome de Comminatio Magistratus, em referência ao termo em latim “Ameaça ao Poder Estatal”, já que a organização criminosa elaborava um plano de atentados contra autoridades públicas.

 

Fonte: g1

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo