Siga nas redes sociais

Hospital Infantil volta a ser alvo de denúncia de servidores


 

 

O Sindicato dos Profissionais da Enfermagem do Estado do Tocantins – SEET irá cobrar providências da Secretaria Estadual da Saúde quanto à situação do Hospital Infantil Público de Palmas Dr. Hugo Rocha da Silva – HIPP. Servidores da unidade fizeram, nesta quarta-feira, 8, uma série de denúncias, entre falta de materiais, medicamentos e condições de trabalho.

Segundo os funcionários, faltam balcões para o preparo de medicações, além da pia para higienização das mãos ficar longe do posto. Também não haver lençóis suficientes para todos os leitos e o espaço físico ser insuficiente para a realização de alguns procedimentos.

De acordo com o diretor jurídico do Seet, Claudean Pereira Lima, também faltam remédios.

“No hospital chegam a faltar medicamentos básicos como antitérmicos e antieméticos nos setores, materiais glicosímetro, balanças e outros equipamentos que não tem disponível no setor fazendo que cada profissional se desgaste fisicamente devido ao vai e vem para realizar pequenos procedimentos”, declarou o diretor.

O presidente do Seet Ismael Sabino da Luz também vai checar outra queixa apresentada pelos funcionários quanto ao número insuficiente de profissionais.

“Constatamos que há muita gente de licença, atestados médicos, férias, porém o número de substituições não é suficiente para atender a demanda”, disse o presidente.

Também há reclamação da qualidade da comida e principalmente do atraso no pagamento dos plantões extras.

“Não vamos permitir que aquela situação se repita”, disse o presidente fazendo referência a denúncia feita pelo Seet quanto a falta de estrutura do HIPP, ainda no mês de março deste ano, quando crianças estavam sendo atendidas em cadeiras, e em macas nos corredores.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo