Siga nas redes sociais

Indústria goiana tem décima alta consecutiva

Foto: Divulgação

A indústria goiana cresceu 10,4% em fevereiro, se comparado com o mesmo mês do ano anterior. Essa é a décima alta consecutiva, levando a um acumulado de 7,3% em 12 meses.

As informações são da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Maiores altas
As maiores altas do mês foram observadas nas atividades de fabricação de coque (um tipo de combustível), de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis (84,2%), além da fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias (82%).

Foi registrada também uma variação positiva na produção de derivados de minerais não metálicos (23,8%); produtos químicos (18,3%); alimentícios (15,8%); indústria de transformação (10,7%); indústria geral (10,4%); metalúrgica (4%); e indústrias extrativas (3,3%).

“Goiás segue crescendo, como mostram todos os indicadores, e é destaque em todo o país”, ressalta do governador Ronaldo Caiado.

Acima da média nacional
“As pesquisas mostram o trabalho incessante que realizamos ao longo do último ano, com incentivos e atrações de novas indústrias em todo o estado de Goiás. Inúmeros dados destacam que estamos à frente da média nacional, o que mantém a economia aquecida e gera emprego e renda para a população”, ressalta o titular da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Joel de Sant’Anna Braga Filho.

A pesquisa aponta que a principal atividade de fevereiro foi a produção alimentícia – carnes de bovinos frescas ou refrigeradas, maionese, carnes e miudezas de aves fresca ou refrigeradas e resíduos da extração de soja – que contribuiu com 7,49% do avanço total registrado no estado.

O diretor-executivo do Instituto Mauro Borges, Erik Figueiredo, destacou o avanço da indústria goiana.

“O crescimento apresentado nos últimos meses é algo inédito no setor industrial goiano. Esse resultado mostra que a política industrial investida pela gestão é sólida e atrai investidores. Tudo isso resulta na geração de emprego e aumento de renda. A tendência é que o setor continue em pleno desenvolvimento ao longo deste ano”, diz Figueiredo.

Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física
A PIM-PF gera indicadores de produção mensalmente para as indústrias extrativa e de transformação. Com base nas informações da PIM, é possível analisar o nível da produção ao longo do tempo para uma mesma unidade ou entre unidades da Federação, em diferentes setores de atividade.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo