Siga nas redes sociais

Judiciário do Tocantins melhora desempenho nas metas nacionais e do planejamento estratégico institucional

Dados apresentados durante a 1ª Reunião de Análise da Estratégia, este ano, revelam que houve avanços no ano passado em relação a 2022, com superação das metas estabelecidas. - Foto: Divulgação

Líderes do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) se reuniram, na ultima quarta-feira (28/2), para avaliar os resultados das Metas Nacionais do Conselho Nacional de Justiça e Metas Estratégicas do Poder Judiciário do Tocantins em 2023.

Dados apresentados durante a 1ª Reunião de Análise da Estratégia, este ano, revelam que houve avanços no ano passado em relação a 2022, com superação das metas estabelecidas.

Conforme painéis apresentados pela equipe da Coordenadoria de Gestão Estratégica, com boa performance, o TJTO alcançou resultados positivos e dentro do prazo esperado, com superação das Metas Nacionais.

Metas alcançadas
Entre as metas alcançadas, estão: julgar mais processos que os distribuídos (106,98%), julgar processos mais antigos (107,60%), aumentar o índice de conciliação (100%), priorizar o julgamento dos processos relativos aos crimes contra a administração pública, à improbidade e aos ilícitos eleitorais (114,34%), identificar e julgar 50% dos casos de feminicídio distribuídos até 31/12/2021 e 60% dos casos de violência doméstica e familiar contra a mulher (141,84%).

Destaca-se ainda a implantação do projeto Inovassol, laboratório de inovação do TJTO.

Quanto aos indicadores estratégicos, foram destacados o percentual obtido no Ranking da Transparência 2023, os índices de Governança em TIC (iGov TIC), conciliação no 1º grau, capacitação de magistrados e servidores, desempenho no prêmio CNJ de Qualidade – eixos Governança e Dados de Tecnologia. Também foram destacados os índices de execução das dotações para despesas discricionárias e as dotações para projetos.

O objetivo do encontro foi prestar contas aos gestores do TJTO e à sociedade, assim como mostrar o esforço da força de trabalho do Judiciário do Tocantins para atingir as metas propostas no Planejamento Estratégico do Tribunal.

Esforço conjunto
A presidente do TJTO, desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe, na oportunidade, ressaltou o esforço conjunto para o alcance de resultados positivos pelo Tribunal. “Conseguimos bons resultados em 2023 graças ao empenho e engajamento de todos os envolvidos. Avançamos e continuamos motivados e trabalhando pela melhoria contínua da prestação jurisdicional”, ressaltou

Também participaram da reunião a vice-presidente do TJTO, desembargadora Ângela Prudente; a corregedora-geral da Justiça, desembargadora Maysa Vendramini Rosal; a vice-corregedora-geral, desembargadora Jacqueline Adorno; e a coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de 2º Grau, desembargadora Angela Issa Haonat.

Participaram ainda a diretora do Foro de Palmas, juíza Flávia Afini Bovo; a juíza auxiliar da Presidência, Rosa Maria Gazire Rossi; a diretora-geral do TJTO, Ana Carina Mendes Souto; bem como os diretores Judiciário e Administrativo, Wallson Brito e Ronilson Pereira, respectivamente; a presidente do Sindicato dos Servidores da Justiça do Tocantins (Sinsjusto), Maria das Dores; a coordenadora de Gestão Estratégica, Luciene Dantas; e servidoras da Coges.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo