Siga nas redes sociais

Katia Abreu desmente comentarios que surgiu na imprensa


Para impedir que boatos e infâmias se beneficiem do meu silêncio, informo que não tem qualquer fundamento a notícia veiculada pela imprensa, segundo a qual meu irmão, André Luiz de Castro Abreu, é proprietário de uma fazenda em Aragatins, Tocantins, onde  “56 trabalhadores em condições análogas à de escravos”    foram encontrados e resgatados pelo Ministério do Trabalho, no último dia 27 de agosto .


A referida informação é falsa, tanto que foi categoricamente desmentida em nota divulgada no dia 30 de agosto, por intermédio da Agência Estado.    Na referida nota, o servidor do ministério do Trabalho, André Luiz de Castro Abreu, confirma não ser sócio da empresa RPC Energética, mas apenas um fornecedor que, na condição de pessoa física, alugou dois tratores e uma carregadeira para esta empresa.


Eis os fatos, expostos sem comentários, aos quais faço questão de acrescentar minha indignação e protesto pela clara intenção de me atingir, mesmo que de forma indireta.


Ao mesmo tempo, reitero que sempre condenei todo e qualquer tipo de trabalho degradante.  Prova disso é que    participo    ativamente, no Senado, das discussões e votações para dotar o país de uma legislação clara e transparente  sobre o tema.


Brasília, 03 de Setembro de 2012.


Senadora Kátia Abreu (PSD-TO)

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo