Siga nas redes sociais

Ministério do Turismo leva projeto Experiências do Brasil Original para conferência internacional

Evento discutiu a relevância do turismo indígena na pauta internacional para o desenvolvimento social e econômico - Foto: Divulgação

Para celebrar a rica herança da cultura indígena em diferentes países, o Ministério do Turismo esteve presente na Conferência Internacional de Turismo Indígena, realizada no Canadá, entre os dias 26 e 28 de fevereiro. O evento reuniu mais de dez países e foi a oportunidade para especialistas discutirem a importância do turismo indígena e construírem parcerias entre comunidades originárias para a construção de roteiros inclusivos.

O MTur levou a experiência do Brasil para o evento e pôde destacar as ações da pasta para promoção do turismo de base comunitária. “A participação do Brasil foi muito importante para posicionar o país no cenário mundial e iniciar uma parceria internacional de apoio para o desenvolvimento do turismo indígena no Brasil”, destacou a coordenadora- geral de Sustentabilidade e Ações Climáticas no Turismo do MTur, Caroline Favero.

Entre as experiências destacadas pelo Brasil estava o projeto Experiências do Brasil Original (EBO), uma parceria entre o Ministério do Turismo e a Universidade Federal Fluminense (UFF) que busca fortalecer o mercado turístico interno e o turismo de base comunitária. O objetivo é que roteiros em territórios indígenas e quilombolas passem a compor a oferta competitiva e inovadora de produtos e serviços turísticos do Brasil.

O consultor de Turismo Indígena da Associação de Turismo Indígena do Canadá (ITAC), Jean-Philippe le Moigne, ressaltou a presença do MTur no evento. “Foi uma honra contar com a participação do Ministério do Turismo do Brasil, o país tem um grande potencial para avançar o turismo indígena para beneficiar a população indígena no país e usar o turismo para ativar os direitos desses povos, proteger suas terras, revitalizar línguas e tradições e gerar rendimentos”, disse.

Durante a Conferência, os congressistas participaram de tours culturais com operadores indígenas e puderam desfrutar de experiências gastronômicas da culinária indígena, além de participarem de fóruns e discussões com palestras em temas tradicionais com o turismo indígena. Ao final do evento foi realizada a “Indigenous Tourism Awards” (Premiação do Turismo Indígena), quando iniciativas, em diversas categorias, foram consagradas pelo trabalho desenvolvido sobre o tema.

Por fim, o vice-presidente da Associação de Turismo Indígena do Canadá, Sébastien Desnoyers Picard, reforçou a parceria com o Brasil. “Acreditamos que o nosso setor continua a ser um dos melhores para o nosso desenvolvimento social e econômico e com a ajuda e confiança, do Ministério do Turismo do Brasil e esperamos que este seja o início de uma nova era e esperamos fazer parte dessa jornada”, comemorou.

Fonte: Ministério do Turismo

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo