Siga nas redes sociais

Minuto Escola abre inscrições e oferece 25 mil vagas para professores da rede pública

Iniciativa para a formação audiovisual já capacitou 4.000 professores em 13 estados da federação e abre inscrições para as turmas do primeiro semestre - Foto: Divulgação

O audiovisual está cada vez mais presente nas escolas, com professores buscando se apropriar dessa linguagem para refinar e enriquecer o seu fazer pedagógico. O curso do Minuto Escola é focado na principal característica do audiovisual: a edição; montagem, e conta com o incrível acervo de 30 anos do Festival do Minuto. 100% Online e gratuito, o curso é dividido em 9 temporadas com uma carga horária de 30 horas e pode ser realizado no prazo de 45 dias. 

Os alunos formados recebem a certificação conjunta do Minuto Escola e da Secretaria Estadual ou Municipal. Este ano, o projeto despertou grande interesse dos Institutos Federais de Educação e já realizou acordos com mais de 100 unidades. 

O objetivo do Minuto Escola é difundir o uso da linguagem audiovisual em sala de aula por meio da formação de professores, explorando as potencialidades do recurso como uma ferramenta pedagógica alternativa à linguagem oral para que ela possa estar tão presente nas escolas como a tesoura e a cola. Sobretudo diante dos debates e mudanças em torno da educação no Brasil, é importante pensar no lugar da tecnologia. Por meio dos itinerários formativos, por exemplo, o audiovisual pode atuar como elo entre os diversos conteúdos programáticos, de maneira transdisciplinar. 

De acordo com uma pesquisa interna do curso, respondida por cerca de 300 professores que concluíram o Minuto Escola em 2023, 92,8% dos respondentes se sentem capazes de compartilhar os conhecimentos apreendidos no curso com seus alunos e 80% deles pretendem realizar atividades relacionadas ao Festival do Minuto em suas escolas, sendo que 57,5% destes tem por objetivo a produção de vídeo-minutos com suas turmas.

Luz, câmera e celular. 

Capacitar o professor para usar o audiovisual em sala de aula é um processo de reintegração com os alunos e de descobertas de novas formas para a construção de conhecimento de disciplinas. Segundo Marcelo Masagão, criador e coordenador do projeto: “o recurso audiovisual é sempre muito bem aceito no ambiente escolar pela dinâmica e poder de reorganização do mapa afetivo em sala de aula. Há uma inversão de poder já que os alunos entendem mais de botõezinhos do que os professores. As panelinhas e os egos se redesenham, uma vez que a produção do vídeo exige vários tipos de inteligência: o tímido poderá desenhar o cenário, o meticuloso será o câmera, o expansivo o ator e o bagunceiro, muitas vezes o diretor.” 

O Minuto Escola 2024 é um curso gratuito, contemplado pelo Edital da Lei Paulo Gustavo 2024 e lançado pela Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo. 

SERVIÇO: 

Curso Minuto Escola 2024 – ABERTURA INSCRIÇÕES NACIONAIS Público: professores da rede pública de todas as disciplinas e alunos de Licenciatura dos Institutos Federais 

Formato: 100% online 

Carga horária: 30 horas 

Inscrições pelo site: www.minutoescola.com.br 

Gratuito 

Sobre o Minuto Escola 

O Minuto Escola é um desdobramento do famoso Festival do Minuto criado em 1991 e que sempre teve um forte vínculo com a educação. Os vídeos do Festival são utilizados em sala de aula para discutir os mais variados assuntos, além do formato Minuto ser usado para trabalhos finais dos alunos. O Minuto Escola já havia sido

realizado no estado de São Paulo em 2010 e 2012, com o apoio da Secretaria Estadual de Educação, e em 2012 no Tocantins com o apoio da Secretaria de Educação do Estado do Tocantins. Posteriormente, o projeto foi realizado junto à Secretaria Municipal de Educação de São Paulo nos anos de 2016, 2018 e 2019, formando anualmente 200 professores da rede municipal. O diferencial da edição de 2020 foi o formato integralmente online, facilitando o acesso remoto de professores municipais que se encontravam em casa naquele momento de isolamento social. Isso incentivou o Festival a dar escala ao projeto, que permanece 100% online.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo