Siga nas redes sociais

Paraíso do Tocantins terá ampliação do saneamento com investimentos em obras de redes de água e esgoto

Controle de qualidade da água para consumo humano sob responsabilidade da Concessionária, são realizadas mais de 50 mil análises anualmente nos sistemas de abastecimento de água - Foto: Divulgação

A cidade de Paraíso do Tocantins deve receber nos próximos anos investimentos na ampliação e modernização nos sistemas de distribuição da água e esgotamento sanitário. A cidade, que tem mais de 50 mil habitantes, possui serviços de água plenamente universalizados e agora segue para alcançar a universalização de esgoto. O progresso do saneamento no município já se torna visível com as novas unidades de tratamento de água localizadas na Vila Regina e no Centro de Reservação Milena.

De acordo com o gerente de operações da BRK, Pedro Gobbo, a companhia vai investir mais de três milhões em melhorias para a Barragem do Rio Coco. No município, a barragem tem uma importante representatividade ambiental e econômica, uma vez que é a principal fonte de abastecimento do município, e sua manutenção garante a preservação de matas ciliares e nascentes.

“Outra previsão de investimento é para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Pernada, aumentando a capacidade de tratamento e o índice de cobertura de esgotamento sanitário da cidade. O nosso objetivo é levar saneamento além do básico com ações que tragam melhoria de vida para população, seja com serviços de água e esgoto, como também, iniciativas de responsabilidade socioambiental”, destacou Pedro.

“O tratamento do esgoto produzido numa cidade é fundamental para a saúde e qualidade de vida da população, reduzindo de forma significativa as doenças causadas por veiculação hídrica. A universalização ampliará progressivamente o acesso de todos os domicílios ocupados ao saneamento básico. A coleta e tratamento de esgoto é fundamental para que os efluentes retornem para a natureza despoluídos, preservando os corpos hídricos, evitando a contaminação e transmissão de doenças e a poluição de corpos d’água”, destacou a Secretária de Meio Ambiente, Cultura e Turismo (Semactur), Patrícia Nascimento.

Qualidade da água

Em Paraiso do Tocantins, para fins de controle de qualidade da água para consumo humano sob responsabilidade da Concessionária, são realizadas mais de 50 mil análises anualmente nos sistemas de abastecimento de água (captação/água bruta, água em processo, saída do tratamento e sistema de distribuição/rede). As análises são processadas em laboratório próprio da BRK e laboratório terceirizado, compreendendo um escopo de mais de 100 tipos de parâmetros diferentes, que incluem substâncias inorgânicas, orgânicas, agrotóxicos, produtos secundários da desinfecção, além de parâmetros organolépticos e microbiológicos.

As análises de controle de qualidade da água realizadas sistema de distribuição pela BRK são coletadas em 22 Pontos de Controle de Qualidade com representatividade dos pontos no sistema de distribuição (reservatórios e rede), combinando critérios de abrangência espacial e pontos estratégicos e com a grande circulação de pessoas.

E os resultados das análises laboratoriais de água tradada, são disponibilizados mensalmente pela  Concessionária à autoridade de saúde pública diretamente, no SISAGUA – Sistema de Informação de Qualidade de Água Para Consumo Humano do Ministério da Saúde, bem como, na fatura, lojas de atendimento e site da Concessionária (www.brkambiental.com.br).

Em paralelo às ações de controle e responsabilidade da BRK Saneatins (conjunto de atividades exercidas regularmente pelo responsável pelo sistema de abastecimento de água, destinado a verificar se a água fornecida à população é potável, assegurando a manutenção dessa condição), a autoridade de saúde pública realiza ações de vigilância (conjunto de medidas adotadas regularmente pela autoridade de saúde pública para verificar o cumprimento das normas e avaliar se a água consumida pela população apresenta riscos à saúde). Uma dessas ações é a coleta de amostras de água para fins de análise laboratorial nos sistemas de abastecimento de água, a fim de verificar e validar a qualidade da água distribuída pelos responsáveis.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo