Siga nas redes sociais

Pesquisa do Procon Tocantins aponta variação de 80% nos preços dos produtos de Páscoa

Foto: Procon/Governo do Tocantins

À medida que nos aproximamos da celebração da Páscoa, os estabelecimentos comerciais estão cheios de opções de ovos de chocolates e demais produtos relativos a esta data. E para ajudar o consumidor, o Procon Tocantins realizou nessa quarta-feira, 20, uma pesquisa de preços de produtos de Páscoa em seis empresas de Palmas.

Ao todo, foram pesquisados 170 itens de 16 marcas distintas, incluindo ovos de Páscoa, caixas de bombons e colomba pascal. Confira a pesquisa completa aqui.

O superintendente do Procon Tocantins, Rafael Pereira Parente, destaca a importância desta pesquisa para o consumidor. “O objetivo da pesquisa é permitir que o consumidor possa decidir de casa qual o local que oferece um preço mais acessível. Além disso, a proposta é fazer com que os estabelecimentos comerciais, com a divulgação da pesquisa, pratiquem os preços mais baixos possíveis” afirmou o gestor.

O maior percentual de variação de preços foi encontrado na caixa de bis 100,8 gramas, vendida entre R$ 4,99 R$ 8,99 com variação de 80,16%.

Em segundo lugar, com uma variação de 60,70% a caixa de bombons, vendida entre R$ 9,95 e R$ 15,99.

A terceira maior variação, foi encontrada no ovo toc mix big classic chocolate ao leite de 500 gramas, vendido entre R$ 59,99 e R$ 91,99 com a variação de 53,34%.

“É válido ressaltar que os valores apontados nesta pesquisa do Procon Tocantins, se referem aos encontrados no dia em que o levantamento foi realizado. Portanto, é possível que, no momento da compra, o consumidor possa se deparar com alteração, por conta de eventuais descontos, ofertas, promoções e reajustes”, ressaltou Magno Silva, diretor de fiscalização.

Fique Atento 

O Procon Tocantins orienta que o consumidor faça uma comparação entre os preços em diferentes estabelecimentos e também considere a relação qualidade, peso e preço do item a ser adquirido. O consumidor também deve observar o local onde o produto é armazenado e verificar a limpeza do ambiente.

O chocolate deve ficar longe de itens ou artigos de limpeza e de fontes de calor. Em hipótese nenhuma o consumidor não deve comprar produtos com rótulos danificados ou pouco legíveis.

Algumas informações são obrigatórias na embalagem e devem ser observadas com atenção como: prazo de validade, composição e peso líquido do produto. Nos ovos que contêm brinquedos, o consumidor deve verificar na embalagem se está estampada a frase Atenção: contém brinquedo certificado no âmbito do Sistema Brasileiro da Avaliação da Conformidade. Também é obrigatória a indicação de faixa etária ou, se for o caso, frase que informe que não existe restrição de faixa etária.

O brinquedo deve ter o selo do Inmetro em sua embalagem, identificação do fabricante (nome, CNPJ, endereço), importador (caso o brinquedo seja importado), instruções de uso e de montagem, e eventuais riscos que possam apresentar à criança.

Produtos artesanais

Os artigos artesanais devem seguir as mesmas regras de comercialização dos industrializados. E no caso dos produtos importados são obrigados ainda a apresentar informações em língua portuguesa, como identificação do fabricante e importador, país de origem, prazo de validade, composição, volume/quantidade, registro no órgão competente e outras informações obrigatórias.

Denuncie

Para denunciar os consumidores podem utilizar o Whats Denuncia (63) 99216-6840 ou Disque 151. A fiscalização será realizada, e, se confirmada a irregularidade, as devidas penalidades serão aplicadas.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo