Sexta, 05 Março 2021

Telefone: 63 3214-1853 | Whatsapp: 63 98403-8418 | E-mail: [email protected]

Polícia

PM reúne com produtores de leite e empresários de laticínios da região do Bico

Publicado em: Terça, 23 Fevereiro 2021 08:49 Escrito por Ascom 9º BPM
Avalie este item
(0 votos)
Reunião entre produtores de leite e proprietários de laticínios visa desfazer impasse Créditos da imagem: Ascom 9º BPM Reunião entre produtores de leite e proprietários de laticínios visa desfazer impasse

A Polícia Militar (PM) esteve reunida com produtores de leite e proprietários de laticínios da região do Bico do Papagaio, na última  segunda-feira, 22, no auditório do quartel do 9º Batalhão da PM (9º BPM) em Araguatins, Norte do Estado. A PM mediou o encontro, a fim de facilitar a negociação entre produtores de leite e proprietários de laticínios da região do Bico, e assim, pôr fim ao protesto que os produtores apresentaram contra a política de preço do leite estabelecida pelos donos de laticínios. 

A reunião foi presidida pelo comandante do 9º BPM, tenente-coronel Valdemi Silva Reis, o qual esteve acompanhado do subcomandante da Unidade, capitão José Carlos da Costa Abreu.

Além dos produtores de leite e donos de laticínios da região, também estiveram presentes na reunião o gerente do SEBRAE de Araguatins, André Luiz Naves Rocha, e a advogada dos produtores de leite, Rúbia Rodrigues Amorin.

O foco principal da reunião foi a fim de tratar do protesto que teve início na semana passada e que aconteceu em toda a região do Bico, onde os produtores de leite reclamam contra o preço muito abaixo da tabela que vem sendo pago por laticínios na compra de leite e derivados.

 A reunião dos empresários de laticínios e produtores de leite com o Comandante do 9º Batalhão da PM, tenente-coronel Reis, foi a fim de sanar, por meio de diálogos e outras negociações, a demanda que vem se arrastando há vários dias entre as duas categorias. 

A advogada Rúbia, relatou que já foram feitas duas tentativas de negociação, mas que não chegaram a nenhum acordo entre as categorias. Os produtores querem um preço mínimo de R$ 1,50 centavos por litro, sem haver atravessadores na compra do leite, bem como uma ficha cadastral para ficar registrado a venda do produto, e ainda, criar um sistema informativo para os produtores de leite.

Impasse

A reunião se encerrou sem nenhum acordo firmado, pois os empresários não aceitaram as propostas de reajustes apresentadas pelos produtores, devido, segundo eles, à oscilação do mercado ocasionado pela pandemia do novo coronavírus. Já os produtores de leite, de modo unânime, decidiram criar uma cooperativa para fortalecerem o anseio e a busca de melhorias entre a classe.

Compartilhar nas redes sociais

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Notícias em destaque

O Portal Agora-TO é um site de notícias voltado para a divulgação de informações do Tocantins e do Brasil e é editado sob a responsabilidade da Moara Comunicação Ltda, empresa sucessora da Dias e Vallim Ltda., com 21 anos de experiência na área de comunicação e jornalismo.

Newsletter

Cadastre-se em nosso Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias e novidades do Agora Tocantins.

Fique tranquilo, seu e-mail estará 100% protegido. Odiamos spam!