Sexta, 05 Março 2021

Telefone: 63 3214-1853 | Whatsapp: 63 98403-8418 | E-mail: [email protected]

Polícia

Polícia Civil elucida mais um crime de latrocínio tentado e indicia dois homens

Publicado em: Terça, 23 Fevereiro 2021 09:46 Escrito por Rogério de Oliveira
Avalie este item
(0 votos)
Polícia Civil elucida mais um crime de latrocínio tentado e indicia dois homens Créditos da imagem: Divulgação

Um crime de latrocínio tentado, ocorrido no ano de 2019, em Araguaína, foi devidamente esclarecido pela Polícia Civil, por meio de investigações realizadas pela Delegacia de Repressão a Roubos daquela cidade. As investigações foram concluídas nesta segunda-feira, 22, e resultaram no indiciamento de dois irmãos de 18 e 20 anos de idade pela prática, em tese, dos crimes de latrocínio, na modalidade tentada.

De acordo com o delegado Breno Eduardo Campos Alves, o crime ocorreu no dia 21 de janeiro de 2019, no Setor Parque Bom Viver, em Araguaína, quando a vítima, no período noturno, foi surpreendida em sua residência por uma dupla de assaltantes, os quais valendo-se de uma arma de fogo, passaram a subtrair os bens do imóvel. Acontece que, em determinado momento a vítima entrou em luta corporal com um dos autores, sendo que, neste momento, os indivíduos efetuaram disparos contra o proprietário e fugiram do local. Porém, a vítima recebeu atendimento médico e sobreviveu ao atentado.

Logo após o fato, os policiais civis da DRR iniciaram os trabalhos investigativos e repressão qualificada e conseguiram identificar os dois autores do crime, os quais são irmãos. Ainda durante a investigação, os policiais realizaram a prisão em flagrante delito do investigado de 20 anos por crime de posse irregular de arma de fogo, uma vez que ele estava de posse de uma arma de fogo e munições, que foram apreendidas.

Ao comentar o caso, o delegado Breno Alves ressaltou que “o crime de latrocínio é um dos crimes mais graves de nossa legislação penal, vez que, quando consumado, sua pena pode chegar ao máximo de 30 anos de prisão, e quando tentado, pode chegar a 20 anos de prisão”.

Após o encerramento das investigações, o inquérito policial devidamente concluído com os dois autores indiciados, foi então enviado à justiça criminal para prosseguimento, a qual por sua vez, dará prosseguimento aos trâmites legais cabíveis.

Compartilhar nas redes sociais

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Notícias em destaque

O Portal Agora-TO é um site de notícias voltado para a divulgação de informações do Tocantins e do Brasil e é editado sob a responsabilidade da Moara Comunicação Ltda, empresa sucessora da Dias e Vallim Ltda., com 21 anos de experiência na área de comunicação e jornalismo.

Newsletter

Cadastre-se em nosso Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias e novidades do Agora Tocantins.

Fique tranquilo, seu e-mail estará 100% protegido. Odiamos spam!