Siga nas redes sociais

Prefeitura de Goiânia assegura preparo da Rede de Saúde para atender casos de dengue na Capital

Com a chegada da temporada de chuvas, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), reforça o alerta à população sobre os riscos de aumento de casos de dengue e enfatiza a preparação da rede de saúde para atender os pacientes com sintomas da doença. O objetivo é garantir a rápida realização de exames de diagnóstico, com o objetivo de eliminar riscos e complicações que podem levar a óbito.

Para os adultos, a rede de urgência e emergência conta com serviços nos Centros de Atenção Integrada à Saúde (Cais) Amendoeiras, Bairro Goiá, Cândida de Morais, Campinas, Finsocial e Vila Nova. Além disso, os adultos podem procurar atendimento nos Centros Integrados de Atenção Médico Sanitária (Ciams) Novo Horizonte e Urias Magalhães, e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Jardim América, Dr. Paulo de Siqueira Garcia, Maria Pires Perillo, Itaipú e Novo Mundo.

Já o atendimento infantil de urgência está disponível no Cais Campinas, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Paulo de Siqueira Garcia, situada na Chácara do Governador, na UPA Itaipú, e na UPA Maria Pires Perillo, localizada na Região Noroeste da Capital.

Sintomas
Os principais sintomas da dengue incluem febre alta, dores de cabeça, atrás dos olhos, no corpo e nas articulações, mal-estar geral, náusea, vômito, diarreia, e manchas vermelhas na pele, com ou sem coceira. O titular da SMS, Wilson Pollara, destaca a importância de ficar atento aos sintomas e ressalta que a negligência pode levar a quadros mais graves da doença.

“Nas unidades de Goiânia, o paciente tem acesso ao diagnóstico por meio de exames laboratoriais. Caso teste positivo, se necessário, o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) é hidratado com soro fisiológico na própria unidade de saúde e pode seguir com o tratamento adequado em casa, com orientações médicas”, pontua Pollara.

Boletim Epidemiológico
O Boletim Epidemiológico de Arboviroses, referente à Semana Epidemiológica 3 de 2024, indica uma queda nos casos de dengue em Goiânia e registra 361 notificações suspeitas, com 104 casos confirmados, sem óbito. Comparado ao mesmo período de 2023, a capital goiana apresenta uma redução de 80% de casos confirmados.

Cuidados
A SMS reforça a necessidade de cuidados constantes, mesmo com a redução nos casos, especialmente com a chegada do período chuvoso. A melhor forma de prevenção é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, ao eliminar potenciais criadouros, como vasos de plantas, galões de água, pneus, garrafas plásticas e piscinas sem uso ou manutenção. Recipientes pequenos, como tampas de garrafas, também devem ser verificados, e vasilhas usadas como bebedouros para animais domésticos devem ser limpas regularmente.

 

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo