Siga nas redes sociais

Programa de Aquisição de Alimentos chega à Comunidade Quilombola

Foto: Lucas Diener

Dando continuidade às ações do “Agro é Social” na região Nordeste do estado, a coordenadora do Goiás Social, primeira-dama Gracinha Caiado, anunciou nesta quarta-feira (20/03) a implantação do Programa de Aquisição de Alimentos Quilombola (PAA Quilombola), durante visita à Comunidade Quilombola do Forte, em São João da Aliança, a 438 quilômetros de Goiânia.

Na ocasião foi anunciada a terceira edição da Copa Quilombola, a abertura de cursos e realizada entrega de benefícios aos moradores do distrito.

Durante a programação, Gracinha ressaltou que Goiás é um estado muito rico na agricultura e na pecuária, mas que todas as regiões precisam do cuidado do Governo.

“Temos trabalhado aqui no Nordeste goiano desde 2019. Estamos lançando hoje o PAA Quilombola que vai beneficiar as pessoas que necessitam. É o compromisso com a inclusão social”, ressaltou Gracinha.

O PAA Quilombola atende comunidades tradicionais. Pelo programa, o Governo de Goiás adquire a produção da agricultura familiar para doação a entidades filantrópicas cadastradas na OVG. Com isso, cada produtor terá a oportunidade de comercializar seus cultivos e receber até R$ 15 mil pela venda.

O Secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leonardo Rezende, destacou que o objetivo prioritário do programa é apoiar o produtor familiar na comercialização dos produtos.

“Além de promovermos a inclusão produtiva dessas comunidades da agricultura familiar, estamos apoiando as famílias que recebem os alimentos”, observou.

Ao todo, vai ser empregado R$ 1 milhão no programa, recurso do governo federal, proveniente do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome.

Copa Quilombola

A primeira-dama de Goiás ainda anunciou a edição 2024 da Copa Quilombola, evento que tem como objetivo valorizar a história e cultura da comunidade.

Realizada pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), com recursos do Fundo Protege, a terceira edição da competição terá quatro etapas regionais e deve receber a inscrição de cerca de 60 equipes.

Entregas

A população do Distrito do Forte recebeu benefícios entregues pela OVG e pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds).

A OVG distribuiu 2.400 itens para os moradores, entre eles cobertores, cestas básicas, brinquedos, roupas, calçados, além de fraldas, andadores e cadeiras de rodas.

A Seds fez a entrega de cartões dos programas Mães de Goiás e Dignidade, e ainda Passaporte do Idoso e Passe Livre da Pessoa com Deficiência.

Agro é Social

Outro anúncio foi da abertura de cursos do Crédito Social. A população de São João D’Aliança vai contar com capacitação em processamento de leite e fabricação de geleia, ministrados pela Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater).

O projeto “Agro é Social” é uma iniciativa do Governo de Goiás, por meio da Emater, Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), voltada ao setor rural, com foco no desenvolvimento social, como inclusão produtiva para geração de emprego e renda.

A prefeita de São João D’Aliança, Débora Domingues, ressaltou a importância das ações para a população.

“Essas pessoas agora têm a oportunidade de garantir o sustento da família. Isso é fundamental, porque traz dignidade para o povo. São benefícios que proporcionam dias melhores”, afirmou.

Gracinha Caiado anuncia Programa de Aquisição de Alimentos Quilombola, em São João D’Aliança

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo