Siga nas redes sociais

Qiagen oferece equipamento para testes ao Instituto de Genética Forense do Tocantins


O Instituo de Genética Forense do Tocantins fez testes com um equipamento de alta tecnologia que auxilia em diversas aplicações para análise de DNA. O equipamento (Tissue Lyser – QIAGEN) realiza, com precisão, a ruptura de tecidos humano, animal e vegetal para posterior análise genética. Esse processo é de extrema importância para o resultado final da análise forense.


A QIAGEN é líder mundial no fornecimento de tecnologias inovadoras, oferece produtos com capacidade para o isolamento e a detecção do conteúdo genético de qualquer amostra biológica, contribuindo, assim, para o campo da pesquisa científica e forense.


O recurso propiciará a efetivação de testes de DNA, promovendo maior agilidade nos laboratórios de genética forense das polícias técnico-científicas e aumentando a qualidade das análises. O equipamento é capaz de obter amostra até mesmo de ossos, dentes e tecidos musculares e já é utilizado em vários países da Europa e nos Estados Unidos, com resultados satisfatórios em processos de investigação. Tal iniciativa auxiliará a Polícia Técnico-Científica do Estado do Tocantins na solução de crimes locais.


Segundo a Diretora do IGF, Perita Criminal Patrícia Bonilha de Toledo Piza, a aquisição de um equipamento como o que está sendo testado, significa um grande avanço nos procedimentos executados pelo Instituto, sobretudo, agilizando o preparo de amostras para a extração de DNA em ossos, dentes e tecidos musculares.  Sobre a empresa:AC com sede na cidade de São Paulo e atuação nacional.


Globalmente gera cerca de 3700 empregos, contabiliza 500 mil clientes e obteve um faturamento de 1,16 bi de dólares em 2011, um crescimento de 7,5% em relação ao ano anterior. Está presente em 23 países da Europa, América do Norte, Ásia, além do Brasil, e conta com um portfólio de mais de 500 produtos e soluções automatizadas para o segmento e 2.400 patentes e licenças.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo