Siga nas redes sociais

Raul Filho depõe no MPE


O depoimento do prefeito de Palmas, Raul Filho, ao Ministério Público Estadual não acrescentou informações às investigações sobre R$ 120 mil depositados por uma empresa supostamente ligada à construtora Delta em uma conta de Rosilda Rodrigues, ex-assessora do gabinete da primeira-dama e deputada estadual Solange Duailibe.


Raul Filho chegou à sede do MPE por volta das 14 horas desta terça, 17, acompanhado de assessores e do advogado Marcelo Wallace. Permaneceu no local por mais de duas horas, período em que respondeu às perguntas do promotor Adriano Neves, que informou à imprensa que o depoimento do prefeito pouco acrescentou às investigações já realizadas.


O MPE investiga se o cheque depositado na conta de Rosilda pela empresa Miranda e Silva Construções e Terraplanagem Ltda. tem alguma relação com a construtora Delta e o esquema do bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Uma das gravações da Polícia Federal durante a Operação Monte Carlo indicaria que o dinheiro faria parte de compensação financeira por conta de um contrato da Delta com a Prefeitura de Palmas.


Uma das versões apresentadas é que o dinheiro pertenceria a Pedro Duailibe, ex-secretário municipal e irmão da deputada Solange Duailibe. Pedro teria recebido o dinheiro proveniente da venda de um trator à Miranda e Silva. Segundo Pedro, a conta de Rosilda era usada porque ele estaria "impossibilitado" de movimentar sua propria conta por ter sido avalista em um negócio. Para evitar o confisco de seu dinheiro, Pedro Duailibe teria pedido a Rosilda para "emprestar" sua conta para movimentações financeiras de seus negócios.


Raul Filho declarou estar confiante e disse que respondeu às perguntas do promotor com o objetivo de esclarecer da melhor forma possível os fatos.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo