Siga nas redes sociais

Seet faz Assembleia Geral para discutir alteração do PCCR´s


O Sindicato dos Profissionais da Enfermagem do Estado do Tocantins – SEET, realiza nesta segunda-feira, 27, em Araguaína e na terça-feira 28, em Palmas, Assembléias para discutir a proposta de alteração da tabela do Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações – PCCR`s, referente a Lei nº1588/2005. O encontro se faz necessário para que seja apresentada a tabela dos novos percentuais. Toda a categoria está convocada.

Entre as propostas para alteração do PCCR`s estão a manutenção do percentual da progressão para os servidores que trabalham atualmente na saúde dos níveis “I” ao “IV”, sendo 22% vertical e 5% para horizontal. Também está prevista a construção do nível 5, com percentual de 14%, e de 11%. Isso a partir do nível 6 até o 14.

Em 2014 para os servidores que possuem duas progressões neste ano será pago apenas a progressão vertical com índice de 22%, sendo que no ano de 2015 ocorrerá o pagamento da progressão horizontal com índice de cinco por cento.

Ainda de acordo com a proposta haverá alteração dos interstícios de dois em dois anos para as progressões vertical e horizontal de formas alternadas. Para os novos concursados a progressão ficará de forma alternada, sendo que o índice ficará 11% na vertical e 5% na horizontal com interstício de 3 em 3 anos, e de forma alternadas. Também haverá a regularização e desvinculação do adicional noturno da tabela de progressão para os servidores que trabalham no período noturno.

De acordo com o presidente do Seet, Ismael Sabino da Luz, depois da decisão será feito um documento oficial comunicando o Governo do Estado sobre a posição dos Profissionais da Enfermagem que laboram no Estado do Tocantins.

“Foram muitos meses discutindo com os representantes do Estado. Tanto esforço tem um motivo: a garantia de pagamento dos direitos dos servidores destas categorias” enfatizou o presidente acrescentando que a participação dos servidores será decisiva para o fim dessa novela.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo