Siga nas redes sociais

Sics e Apex Brasil se reúnem para discutir a realização de evento que busca potencializar exportações de empresas tocantinenses

A Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços do Tocantins (Sics) tem o desenvolvimento e fortalecimento das cadeias produtivas como um de seus propósitos, sendo por meio de políticas públicas ou pela construção de parcerias. Visando esses objetivos a serem alcançados, o secretário da pasta, Carlos Humberto Lima, e a equipe da Sics se reuniram com representantes da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil), para alinhar a possibilidade de realização do evento Exporta Mais Brasil durante a Agrotins 2024.
 
A reunião aconteceu de forma virtual e contou com a participação do Representante Regional Norte da Apex Brasil, Essio Lanfredi. O Programa Exporta Mais Brasil foi criado pela Agência para conectar o comércio exterior a empreendedores de todo o país.
 
Segundo Essio, o evento já teve edições realizadas nas cinco regiões do Brasil. Essa, no entanto, seria a primeira vez a acontecer de maneira simultânea à principal feira de agronegócio do Estado, no caso a Agrotins. O foco será do setor de bebidas do Tocantins.
 
“A ideia é trazer cinco compradores internacionais do setor de bebidas que estarão participando da Apas em São Paulo, o maior evento de alimentos e bebidas das Américas, que será realizado no final de semana da Agrotins. Essa foi a primeira reunião para alinhamento de expectativas para a realização do Exporta Mais Bebidas”, explica. 
 
Para o secretário Carlos Humberto, a Agrotins é a vitrine ideal para apresentar nossas indústrias ao mercado internacional. “Em 2023, a Agrotins encerrou com o valor recorde de R$ 2,95 bilhões em volume de negócios. Isso nos ajuda a mensurar a importância do evento para o Tocantins e nos dá confiança para firmar parcerias ajudem a Feira a continuar crescendo. A Sics está comprometida com o fortalecimento de nossas empresas e industrias e o Exporta Mais Bebidas será um passo importante para isso”, disse.
Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo