Siga nas redes sociais

SINDJOR Tocantins: Nota de Repúdio

Foto: Divulgação

Nota de Repúdio

 

O SINDJOR Tocantins lamenta que o Conselho de Arquitetura e Urbanismo tenha publicado Edital onde reduz a exigência de Assessor de Comunicação a escolaridade de Nível Médio, carga horária de 40 horas e valor salarial abaixo do piso, e exigências tamanhas que o contatado terá que atuar como uma empresa, se desdobrando em tantas atividades que acarretará em sobrecarga de trabalho.

Tal publicação provocou nos profissionais jornalistas tamanha indignação, minimizar a atividade de assessoria a formação inadequada, similar o SINDJOR publicar vaga pra responsável técnico de uma obra com exigência de um técnico em edificações, que possivelmente não passaria porque esse mesmo Conselho atuaria imediatamente.

Apesar de saber que o Ministro Gilmar Mendes publicou fatídica decisão em 2009, é inadmissível que uma entidade classista atue no sentido de desvalorizar essa ou aquela categoria.

O SINDJOR conclama que os jornalistas graduados não concorram as vagas para que seja feita as adequações necessárias, em respeito a todos os profissionais, não somente os jornalistas.

 

Alessandra Bacelar
Presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Tocantins

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo