Siga nas redes sociais

Siqueira Campos abre as atividades da Flit e visita espaços


Pronto!, já não falta mais tempo algum para que todos os tocantinenses ou turistas de outras regiões do País possam usufruir da Feira Literária Internacional do Tocantins, a já popular Flit! Depois de quase três meses em itinerância pelo interior do Estado com as edições regionais, a culminância do evento acontece em Palmas, com 10 dias de atividades que foram oficialmente abertas nesta sexta-feira, 06, pelo governador José Wilson Siqueira Campos, em solenidade realizada no auditório do Palácio Araguaia, de onde partiu para a Praça, em visita às Estações que compõem a estrutura da Flit.


Na ocasião, o governador contou com a presença de diversas autoridades, como o vice-governador, João Oliveira, o secretário estadual da Educação, Danilo de Melo Souza, a viúva do homenageado nacional da Flit Luís Carlos Prestes, Maria Prestes, o irmão da homenageada regional professora Margarida Lemos Gonçalves, Almir dos Santos Gonçalves Júnior, além de representantes das Academias de Letras de várias regiões do Brasil, o que, segundo ele, o encheu de alegria. “Estou muito feliz com mais esta edição da Flit, principalmente depois da jornada vitoriosa pelo interior do Estado, levando a cultura literária para todos os tocantinenses. E poder contar aqui com a presença de tantas pessoas ilustres, das mais diversas áreas da intelectualidade brasileira, é uma satisfação sem tamanho. Por isto, quero agradecer e homenagear a Maria Prestes, ao Almir e a todos os membros das Academias de Letras do País, que estando aqui comprovam que a nossa Feira Literária já é referência nacional. Espero que todos os que passarem pela Flit, que participarem desta convivência enriquecedora que estes dias vão nos proporcionar, possam viver momentos maravilhosos e voltar para casa com mais alegria e conhecimento; e como dizia Jorge Amado: ‘a praça é do povo como o céu é do condor.’ Então, aproveitem o evento na nossa Praça dos Girassóis, ele é todo de vocês”, finalizou o governador Siqueira Campos.


Imortais prestigiam a Flit


Dezenas de membros de Academias de Letras de diferentes regiões do Brasil encontram-se em Palmas para participar do primeiro encontro nacional das Academias de Letras a ocorrer no Tocantins, e que será sediado na Flit. Dentre eles, Edilamar de Oliveira, escritora ocupante da cadeira número 20 da Academia Paraense de Letras, representando a academia mais antiga do País na ocasião da abertura, já que a cearense, a pioneira, e a brasileira, a segunda, não possuíam representantes no evento, exaltou a grandeza da Flit. “A Flit já nasceu vitoriosa, grande, basta ver que muitos eventos mais antigos pelo País não alcançaram, ainda, o prestígio que ela tem, inclusive conseguindo reunir todas as Academias de Letras brasileiras. Por sinal, este tipo de encontro entre as Academias deveria ser anual, pois a resultante de ações partidas após reuniões do tipo sempre são grandiosas. A Flit mesmo, que já está na segunda edição, tem potencial para ser a anfitriã destes encontros, pois tudo aqui está muito bem organizado e o evento é rico em literatura e outras culturas mais”, exaltou a imortal.


Representantes dos homenageados


Última esposa de Carlos Prestes, com quem viveu os últimos 40 anos do homenageado nacional da Flit, Maria Prestes se disse satisfeita com a homenagem e destacou a importância do Tocantins na história do ex-marido. “É um privilégio para mim e para toda a nossa família participar desta homenagem tão bonita. Eu agradeço ao governador Siqueira Campos e a todos os envolvidos por isto, pois o Tocantins é parte significante da história do Prestes, tanto que aqui já há o memorial com o nome dele. Durante quatro meses, boa parte dos 24 mil quilômetros que ele percorreu com a Coluna Prestes foi neste Estado, por isto estamos felizes por estar aqui em por um motivo tão bonito que é esta homenagem”, ressaltou Maria, que é escritora e, durante a Flit, fará o lançamento do livro “Meu companheiro”, no qual, conforme ela, “relata as quatro décadas que viveu ao lado de Prestes, mas exaltando o lado humano, pois o político, como legendário do povo brasileiro, muitos já o fizeram.”


Com o mesmo sentimento de felicidade pelo reconhecimento do valor da irmã Margarida Lemos para o Tocantins, Almir Gonçalves Júnior, sem falsas modéstias, destacou a dedicação da educadora ao Estado. “Para nós, como família, e de encher de alegria este reconhecimento, e reconhecimento mais do que merecido, pois a minha irmã se dedicou inteiramente à Educação e à evangelização tocantinense quando o Estado ainda era conhecido como Alto Goiás. Ela sempre amou o Tocantins e por ele foi amado, por isto, a homenagem não é só do governo, mas de todo povo tocantinense, tenho certeza”, afirmou Almir.


Um evento inovador e para todos


De acordo com o secretário Danilo de Melo, não faltarão opções que agradem a todos os tipos de gostos durante o evento, e este é o caráter inovador da Flit. “Os tocantinenses, os cidadãos brasileiros de forma geral, merecem ideias inovadoras, e a Flit é claramente uma destas, bem pensada e desenvolvida pelo governador Siqueira Campos, que sabe da importância de prestigiarmos aos nossos cidadãos, possibilitando a eles o acesso à cultura-geral para que se tornem protagonistas das próprias histórias que estão escrevendo, como o próprio governador faz com muita maestria.


A nossa Feira é a única no País que oferece uma gama tão diversificada de atividades e de forma totalmente gratuita, não à toa conseguimos o apoio da Fundação Biblioteca Nacional, do Ministério da Cultura, do Ministério da Educação, e de outros tantos apoiadores importantes. A Flit é essencialmente um evento literário, mas agrega à literatura a cultura musical, teatral, da dança, do cordel, da gastronomia de qualidade e do próprio prestígio da preocupação com a melhoria da qualidade educacional das pessoas, das mais diferentes classes econômicas ou intelectuais; e o nosso povo merece isto”, pontuou Danilo de Melo.


Presidente da Academia Tocantinense de Letras (ATL) e homenageado regional da primeira edição do evento, ocorrido em 2011, Juarez Moreira Filho enalteceu as realizações desta atual edição. “No ano passado, como homenageado, eu pouco puder participar do processo de organização da Feira. Já este ano, como presidente da ATL, eu vivi cada momento com mais intensidade e pude notar o quanto os servidores da Seduc (Secretaria Estadual da Educação) e de todo o governo se esforçam para realizar o melhor evento possível. Só de termos, por exemplo, um encontro nacional das Academias de Letras pela primeira vez aqui no Estado, o que é um sonho antigo nosso, já é uma maravilha, até porque a proposta maior da Flit e das Academias é justamente promover a aproximação entre os livros e os leitores. Estamos todos nos dedicando para que isto aconteça de forma cada vez mais rápida e natural”, encerrou o imortal tocantinense.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo