Siga nas redes sociais

Tratamento contra a Hanseníase é oferecido em todas as Unidade Básicas de Saúde de Araguaína

“Eu tive o diagnóstico recentemente e estou começando a fazer o tratamento agora. Está sendo fácil, porque graças a Deus encontrei um pessoal muito bom para conversar com a gente, explicar como a gente tem que fazer”, disse Maria Aparecida de Moura, aposentada, que participou do mutirão de atendimentos para a hanseníase na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Lago Azul no último sábado, 27 de janeiro.

 

Neste Janeiro Roxo, mês de conscientização e ações de combate à doença, todas as UBS da cidade promoveram palestras e atendimentos com foco na desmistificação da hanseníase, que tem tratamento e cura, estimulando a população a buscar por ajuda quando necessário.

 

Araguaína oferece tratamento acessível e gratuito nas unidades básicas de saúde, além de promover campanhas educativas e fornecer informações essenciais para reduzir o estigma associado à doença, encorajando a adesão ao tratamento. Ao unirmos esforços, contribuímos para uma sociedade mais inclusiva, solidária e livre de preconceitos no tratamento da hanseníase.

 

“A Hanseníase é uma doença que, quanto mais tempo o paciente demora para ser diagnosticado para tratar, maiores são as chances de ocorrer complicações e sequelas, como a inflamação dos nervos, que gera muita dor, além de fraqueza nas mãos e nos pés. Às vezes cai um copo da mão, ou o pé falha durante uma caminhada, entre outras situações que podem ser evitadas com o diagnóstico e tratamento”, informa Julianna Negreiros de Araújo, médica da família.



Tratamento acessível e eficiente

Todas as UBS de Araguaína contam com profissionais capacitados e oferecem medicação para o tratamento da hanseníase. O fluxo inicia com o paciente buscando atendimento na unidade, passando por consultas médicas e de enfermagem, que incluem a avaliação dermatoneurológica, um exame físico específico para a hanseníase. Se confirmada a doença, o tratamento é iniciado na própria unidade, com fornecimento gratuito da medicação pelo SUS.

 

Existem duas modalidades de tratamento, com duração de seis meses ou um ano, conforme avaliação médica. O paciente retorna a cada 28 dias para doses supervisionadas, avaliação e recebe a medicação para continuar o tratamento em casa, com duração de vinte horas. O ciclo se repete a cada oito dias.

 

O que é a hanseníase

A hanseníase, ou lepra, é uma doença infecciosa crônica causada pela bactéria Mycobacterium leprae, impactando a pele, nervos periféricos e mucosas, potencialmente resultando em perda de sensibilidade e deformidades. Transmitida de pessoa para pessoa, a enfermidade é curável mediante tratamento com antibióticos. A detecção precoce é vital para evitar complicações e interromper sua transmissão.

 

A doença apresenta sintomas variados, mas os mais comuns são alterações na pele, como manchas claras ou avermelhadas com perda de sensibilidade. Além disso, a enfermidade pode afetar os nervos periféricos, levando à dormência, formigamento e fraqueza muscular.

 

 

 

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo