Siga nas redes sociais

Wagner lidera negociação em São Paulo e recebe indicativo que Gol vai operar em Araguaína a partir do mês de outubro

Foto: Daiene Faro

Na última terça-feira, 27, o prefeito Wagner Rodrigues foi a São Paulo para uma reunião com diretores da Gol Linhas Aéreas, no aeroporto de Congonhas, e recebeu o indicativo de que a companhia vai voltar a operar voos em Araguaína em 2024. A previsão é que a nova rota comece a funcionar entre outubro e novembro deste ano, com voo diário de ida e volta para Brasília.

“Recebemos uma notícia que tanto buscamos. À medida que as obras do nosso aeroporto estão avançando, vemos que mais empresas estão interessadas em operar em Araguaína. A Gol sempre teve muito carinho pela cidade, tanto que jamais desmobilizou o seu local de atendimento no aeroporto, e agora nos dá essa notícia tão boa”, ressaltou o prefeito.

Pelo município, a reunião contou com a participação do prefeito, do secretário-executivo de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Hélter Dantas, e do diretor da Esaero Aeroportos, Tony Mesquita. Pela Gol, participaram o diretor de Planejamento da Malha Aérea e Infraestrutura, Rafael Araújo; o gerente de Planejamento Estratégico de Malha, Bruno Balan; e o consultor de Planejamento e Infraestrutura, Matheus Motta.

Voos para Brasília

De acordo com o pré-planejamento da empresa, o avião que operará em Araguaína deve ser um Boeing 737-800 com capacidade para 186 passageiros. A ideia é que o voo de ida a Brasília seja no fim da madrugada, às 5 horas da manhã, e a volta às 22 horas.

“Tudo ainda é preliminar, mas os diretores da Gol foram claros em dizer que Araguaína é prioridade e por isso a empresa já está com tudo pronto para voltar para a nossa cidade assim que o aeroporto tiver as condições. A Gol faz seu planejamento de voos em fevereiro e outubro, por isso a data estimada para operar em Araguaína é entre outubro e novembro”, ressaltou o secretário executivo Helter Dantas.

Antes disso, entre os meses de junho e julho, a empresa já deve divulgar a rota em comunicado oficial e ainda anunciar o começo da venda de passagens. “Foi uma reunião muito técnica onde nós apresentamos tudo o que está sendo feito no aeroporto e o que será executado nas próximas semanas. Isso atende perfeitamente às necessidades da Gol, que já conhece o aeroporto de Araguaína, porque já operou em parceria com VoePass e, inclusive, destacou a qualidade da nossa pista de mais 1,8 mil metros”, destacou Wagner.

Conquista importante para a economia

Nos últimos três anos, Araguaína gerou quase 8 mil empregos formais, conforme dados consolidados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). Para Wagner, que no começo deste mês também negociou a vinda da Azul Linhas Aéreas para a cidade, o indicativo da Gol é mais um grande avanço para a economia do município.

“Os voos encurtam as distâncias, facilitam a vinda de empresários, executivos e consultores, abrindo possibilidade de ampliação de negócios e, consequentemente, de empregos. É muito mais que uma comodidade, embora, claro, também ajuda no turismo e no lazer”, frisou o prefeito.

Modernização do aeroporto

Realizado em parceria com o governo federal via SAC (Secretaria de Aviação Civil), o projeto de modernização e qualificação do aeroporto está orçado em R$ 40 milhões e está na fase final da etapa necessária para receber aviões de médio e grande porte, como os usados pela Gol e a Azul.

No começo de 2024, a SAC autorizou a prefeitura a iniciar a instalação do PAPI (Indicador de Percurso de Aproximação de Precisão). Já a instalação do EPTA, dispositivo que auxilia na navegação das aeronaves, depende da aprovação do projeto e liberação do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo, que solicitou ao Município um prazo de 30 dias para analisar a documentação já enviada pela prefeitura. Ao todo, a instalação dos equipamentos, testes e liberação da SAC têm um prazo previsto de 90 dias.

A Prefeitura de Araguaína já concluiu a drenagem, limpeza da área de segurança do aeroporto com a remoção e poda de árvores, nivelamentos das cabeceiras de pista e proteção vegetal lateral com o plantio de gramas.

Após a instalação dos equipamentos de auxílio à navegação, Araguaína terá todas as condições de ter de volta os voos com grandes aeronaves. Hoje, a cidade é referência em um raio de 250 quilômetros que possui no total uma população de 2 milhões de habitantes. Com isso, as novas empresas terão a oportunidade de transportar passageiros do sul do Pará, sul do Maranhão e norte do Tocantins.

Além da instalação dos equipamentos que auxiliam a navegação das aeronaves, as etapas posteriores das obras de modernização do aeroporto incluem a finalização do projeto que contempla as estruturas internas, como um novo estacionamento, nova área para hangares, uma área de giro, além do reforço na pista, reestruturação e ampliação do terminal de passageiros para mais de 2 mil metros quadrados e reforma da seção contra incêndio.

Compartilhar nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram

Artigos relacionados

Notícias Em destaque

Pular para o conteúdo